segunda-feira, 21 de novembro de 2016

SUA INÉPCIA NÃO É OBRA DO ACASO PT.2

Como é de costume nessa série, mais uma vez eu fui surpreendido com declarações que deixam bem expostas como a situação das pessoas hj está muito abaixo do que poderia estar. Fica absolutamente evidente que somos extremamente narcisistas e precisamos a todo custo criar caminhos mentais que protejam o nosso ego que é facilmente ferido, justamente pq nos sentimos especiais sem fazer praticamente nada para merecer essa dita cuja “exclusividade”. E uma das maneiras mais comuns de manter a nossa imagem de “pessoa especial” mesmo isso sendo absolutamente uma grande mentira, (e nosso subconsciente confirma isso) é desqualificar o trabalho ou o sucesso de alguém em alguma determinada área (normalmente esportiva que é o que está mais em evidência na massa) dizendo algo como “também, só faz isso o dia todo. Assim até eu seria bom”



Sim!


As pessoas as quais eu vi proferirem esse tipo de declaração, são quase que unanimemente bastante escrotas, desqualificadas, medianas e ignorantes. Isso pq quem gosta de falar esse tipo de coisa de outras pessoas, principalmente as que obtiveram algum sucesso bastante considerável, sabem, inconscientemente, que são ruins em tudo que fazem por não ter força mental e perspicácia igual ao do sujeito criticado, justamente por não ter a capacidade de se dedicarem constantemente, pq prezam pela segurança de permanecer na zona de conforto, só interessando  futilidades e sonhos de uma vida melhor depois que acertar na loteria. E como somos extremamente ególatras, precisamos de afirmações que protejam a nossa identidade de pessoa de valor que todos achamos que temos. Assim, criticamos qualquer sucesso alheio dizendo esse tipo de coisas. Nos convencemos que não somos vencedores pq NÃO TENTAMOS SER VENCEDORES. E isso é uma grande inverdade e um erro que eu espero que vc que está lendo isso, não cometa mais. O sucesso e a satisfação pessoal plena cobram um preço bem alto, muitas vezes algo como a nossa própria vida no sentido mais literal. E nós sabemos disso, por isso temos medo.

Uma maneira fácil de saber se vc realmente seria tão bom quanto alguém que tenha muito sucesso em alguma determinada área é analisar se no seu trabalho vc realmente é um destaque como acha que seria se fizesse aquela determinada tarefa todos os dias. Pq afinal, vc vai trabalhar todos os dias não é mesmo? Está no seu emprego sempre, e tem muitas horas de prática. Você é muito bom no que faz? Os outros reconhecem isso? Ou vc é só mais um chimpa que faz as coisas nas coxas e mecanicamente de pior maneira possível e critica quem é melhor e ama o que faz?

Declarações desse tipo apenas deixam claro e confirmam a afirmação categórica dessa série que diz que sua inépcia não é obra do acaso. Vc não é ruim apenas naquela atribuição que o fulano famoso e reconhecido tem em destaque, mas em tudo que vc empreende, justamente pq se exime da culpa do seu próprio fracasso. Vc precisaria de mil condições e situação para dar certo, assim como acredita que o fulano lá teve. Sendo o grande problema está em vc mesmo. Na falta de resistência mental, principalmente. Como alguns blogueiros  gostam de dizer, o nosso problema é ter um pensamento  de"beta". 


Pontuei 21. Lidem co isso, paspalhos!



Mas o que seria esse pensamento de beta, vc pode estar se perguntando. Basicamente, é a busca incessante por segurança. O beta tem medo, preza muito por sua vidinha especial e de preservar a sua "imagem distorcida" de homem bom ou bem sucedido, e assim permanece na sua zona de conforto para se preservar. Seja dos perigos físicos ou sociais. Inconscientemente sabe que é medíocre, por isso e tenta se convencer que não é um vencedor pq não tentou de verdade ser um. Pode até ser verdade que ele não tentou ser um vencedor, mas sua convicção diz que não tentou por motivos falsos. Ele acredita que não tentou pq não teve a sorte ou as condições necessárias para isso, quando na verdade a covardia e fraqueza é que o impediram de arriscar. 

O beta, ou melhor, a cara que tem um pensamento de beta acha que a sua vida e sua existência são importantes de mais a ponto dele mesmo não perceber a própria inépcia, pois o seu ego o reconforta sempre, fazendo parecer que qualquer fracasso pessoal ou sucesso alheio é obra do acaso ou de fatores externos, ou ainda que é fácil conquistar algo se ele tivesse o mesmo "tempo disponível para praticar". Tempo esse que a vida já não lhe permite mais ter. Mas o nosso subconsciente é cruel e nos cerca com a verdade constante de que não somos bons o suficiente, por isso mesmo que quando o beta tenta algo, ele já tenta meio que desistindo pq sabe que é fraco e vai fracassar logo logo, e como sua imagem é muito preciosa, ele prefere viver 100 anos inerte a 10 vividos intensamente e com sucesso nos projetos que empreender. Por isso a depressão e doenças de cunho psicológico são tão comuns hoje em dia. 

Nos expandimos mentalmente conhecendo inúmeras vidas e histórias impressionantes de heróis, celebridades e super atletas, enquanto nossa vida cotidiana permanece cinzenta, levada de forma desleixada e sem vontade. O holofotes não estão em nós. Queremos o louros mas não estamos dispostos a sair da zona de conforto e pagar o preço doloroso para ter a vitória. Temos medo do fracasso, e nos achamos especias. E esse descompasso entre a vida que achamos que mereceríamos e a realidade é que gera tantos problemas e a inveja que o homem beta tem do sucesso dos outros. 

O conforto da era atual prejudicou em muito o espírito masculino. Hoje qualquer homem fraco e sem coragem consegue viver confortavelmente e até constituir família e ter herdeiros sem necessariamente pagar o preço para isso. O culto a "inclusão" e a afirmação de que o homem pode e deve ser sentimental, sem ter a necessidade de provar que merece o adjetivo de homem nos deixou sem um norte, sem parâmetros de masculinidade. Porém esse golpe no nosso espírito é sentido todos os dias quando fazemos de conta que está tudo bem com a vida, mas deitamos no travesseiro todas as noites e sabemos que somos homens encaixotados numa vida sem graça muito aquém do que poderia ser, e muito disso, por causa da nossa falta de coragem. Nosso fracasso como homens não advém de nada que seja alheio a nossa própria vontade. Sucesso profissional é ótimo mas ainda não é tudo. Ser um homem livre é que é importante. E isso o homem beta jamais será, pq sua felicidade não está condicionada a sua vontade, mas sim ao que os outros vão pensar dele. Ele é um escravo das opiniões alheias e do próprio ego. 


"Cara, eu vejo no clube da luta os homens mais fortes e espertos que já viveram. Eu vejo todo esse potencial, e vejo desperdiçado. Maldição, uma geração inteira trabalhando em postos de gasolina... servindo mesas... escravos de colarinho branco. A publicidade tem nos empurrado carros e roupas, empregos que odiamos para que possamos comprar merdas que não precisamos. Nós somos os  filhos do meio da história, cara. Nenhum propósito ou lugar. Nós não temos nenhuma Grande Guerra. Nenhuma Grande Depressão. Nossa Grande Guerra é uma guerra espiritual... nossa grande depressão é as nossas vidas.... Nós temos todos sidos criados em frente da televisão para
acreditar que um dia todos seríamos milionários, e deuses de filmes, e estrelas de rock. Mas não vamos.
E nós estamos lentamente aprendendo esse fato. E nós estamos muito, muito zangados." (Tyler Durden) 

Por querer agradar os demais ou a si mesmo, o homem beta não arrisca e busca aprovação e validação social em tudo que faz. E eu não falo só do beta BETA que estamos conçados de falar, do homem de estatura mediana, com físico de merda, subemprego, punheteiro e círculo social quase que nulo. O pensamento de beta está presente em muitos caras que poderiam ser considerados superiores e até em celebridades, pq como eu disse, o beta é o cara que busca validação por sua existência medíocre ou pelas coisas que ele faz. Ele precisa de aprovação. Seu trabalho não tem sentido se não agradar a alguém, comprar coisa estúpidas e inúteis para reforçar  a própria imagem perante os outros e reforçar sua zona de conforto de validação social. Por isso é tão comum ver marombeiros se vangloriando em redes sociais de como são fitness e sarados, de caras querendo mostrar a todo custo que tem um emprego legal e uma vida social agitada. Por isso rede social e futilidades são tão comuns hj, pq as pessoas que tem um pensamento beta e inferior, que são a grande maioria, precisam de validação dos outros macacos para se sentirem um pouco mais felizes. Como eu disse, nosso ego nos faz com que acreditemos que somos especiais e uma espécie de celebridade também, e que todos se importam e vigiam nossas vidas.

O quão importante essas coisas são para vc?

A nossa inépcia advém justamente disso, da nossa necessidade de validação social que diz que em vez de vc sentar a bunda na cedeira e estudar vc precisa sair com aqueles amigos vagabundos correr atrás de alguma vagabunda baladeira que tem gonorreia e se achar o máximo por ser o décimo cara que beija ela na mesma noite. Por acreditar que faltar um treino para ir no churrasção tomar umas beras não significa muita coisa, ou ainda, que vc não vai conseguir grandes coisa sem usar uma tonelada de drogas. Ou mesmo o contrário disso, que vc faz essas coisas, estuda, treina, trabalha, etc., e acha que por isso o mundo te deve algo ou vc é especial por isso. Isso também é um pensamento de beta, pq está atrelado a vontade alheia e não a sua própria. 

Essa é a grande diferença entre o homem inferior e o homem superior e livre. Pq o homem livre faz as coisas não para satisfazer expectativas de terceiros, ou o próprio ego, mas pq ele precisa se sentir vencedor, ele precisa saber que derrotou a própria mediocridade. É uma briga interna travada dele para consigo mesmo, por isso não precisa de validação, reconhecimento e nem de fama. Todo sucesso que possa ser gerado disso é apenas um consequência e não um objetivo em si. Ele está disposto a pagar o preço que for preciso para atingir suas metas, e sabe que sua vida não é tão importante assim para o rumo da humanidade, e que o que ele faz é mais importante do "quem ele é" na sociedade. Se as pessoas estão de olho na sua vida, pouco importa pq isso dificilmente vai agregar em alguma coisa que o engrandeça como ser humano.

Fica evidente que esse tipo de conduta mental é capaz de modificar totalmente uma pessoa, pq ela estará condicionada a viver a realidade e não de ilusões e aceitará a sua condição enquanto ser fraco e falho. O sucesso dos outros não será visto com inveja e uma necessidade de desqualificação, mas como um motivador, pq "se alguém conseguiu, eu também posso". Fama é uma coisa muito subjetiva para se medir o sucesso de um homem, pq as coisas que estão na mídia são o que satisfazem a vontade da massa, da maioria das pessoas, e a maioria das pessoas tem um pensamento e gosto por coisas de beta, como eu já disse.  Isso me lembrou do mito do Adônis.

Você gosta imensamente de alguma série específica? Prefere assistir do que jogar algum esporte? Sabe tudo sobre a vida de todos do seu círculo social e da sua celebridade favorita? Não tem opinião própria para muitas coisas? A maioria das coisas que vc faz é para ter aprovação alheia dos seus amigos? Estuda feito um zumbi por pura obrigação? Não achou a sua vocação? Tem medo de conflitos? Não está disposto e se sacrificar por nada e a ninguém? Se acha uma pessoa "especial" ou uma boa pessoa que não é igual a todo mundo que não é malvada e merece um lugar no paraíso quando bater com as botas? Acha que Deus está te reservando o melhor? Acha que sua vida não é/está como deveria ser? Você não se destaca em nada e se sente feliz por isso? Pois bem, eu tenho más notícias para você. Sua necessidade de permanecer na zona de conforto está te dragando totalmente e vai te destruir psicologicamente logo logo. O que todas essas características dessa pequena lista (que poderia se estender muito mais) tem em comum? Você ai consegue perceber? Vou te dar um tempo para pensar. 




Percebeu qual e relação em todas essas atitudes de beta? Não? É meu amigo, acho que o seu problema e seu condicionamento para o fracasso são maiores do que vc imaginava. 

Se vcs notarem em todas essas características, são características PARASITÁRIAS de alguém que apenas suga alguma coisa de outrem, e não cria nada. Você não transforma a realidade a sua volta, apenas absorve opiniões avulsas que muitas vezes não dizem nada para vc, e o que outras pessoas fizeram/fazem. O que há de mais beta do que ser dependente de alguém ou alguma coisa? 

Exatamente, sua inépcia advém do fato de que vc é dependente e não está disposto a se sacrificar e pagar o preço, e não do fato que vc não pratica x horas por semana. Você poderia ter x horas para praticar e mesmo assim não se sentiria realizado como homem se fosse um beta mental pq seu alinhamento mental com a realidade está errado. Segue uma citação que confirma o que eu digo. 

Não acredite em mim sobre o fato de que os vencedores vão fazer o que é preciso para vencer? Bem, a ciência diz "vá se foder" porque você não é, obviamente, um vencedor. O "pesquisador Bob Goldman começou a perguntar atletas de elite na década de 1980 se eles tomariam uma droga que lhes garantisse uma medalha de ouro, mas que também os matariam dentro de cinco anos. Mais de metade dos atletas disse que sim. Quando ele repetiu a pesquisa bianual para a próxima década, os resultados foram os mesmos. Cerca de metade dos atletas estavam prontos para aceitar essa barganha. Por outro lado, apenas 2 dos 250 atletas de lazer disseram que fariam o mesmo. Isso é uma disparidade impressionante - 50% dos atletas de elite vão fazer o que é preciso para vencer, ao passo que menos de 1% das pessoas comuns faria. 

O beta preza muito por sua vida, por isso tem medo de se arriscar e precisa de algum tipo de validação ou aprovação. Ele é um ser dependente, por isso não se sente realizado e tem a necessidade de desqualificar o sucesso de alguém para que se sinta melhor consigo mesmo. Homens, por mais bem sucedidos que sejam, mas que são invejosos, promíscuos, ególatras, burros e fracos, tem um pensamento de beta em maior ou menos grau. Elimine essas características de vc e seja incrível. 

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Dieta - Mais mental do que físico e mais difícil do que você pensa




Recentemente, tive mais uma das minhas inúmeras discussões com uma mulher onde ela não demostrou nenhuma pequena quantidade de angústia, horror, descrença e um pouco de ciúme, da minha mentalidade "alimentar a máquina"  para alimentação. Para vocês que não estão cientes, eu como "mais ou menos" para alimentar a máquina- que diz respeito à composição de macronutrientes e as minhas necessidades dietéticas do que comer alimentos que fazem a minha criança interior sorrir. Bem na verdade, foda-se minha criança-interior. O meu Hulk interno determina o que eu devo ou não comer em um dado momento. Eu nunca tinha pensado muito sobre isso até este diálogo recente, já que é tão fácil para mim e tão difícil para a maioria das outras pessoas.

Foi nessa altura em que me deparei com o que me parece ser a peça mais importante do quebra-cabeça. Lembre-se, no entanto (especialmente todas as mulheres que lerem isto) que eu sou uma pessoa de fora olhando para dentro sobre este assunto. Comer para satisfazer algum tipo de necessidade emocional interna está tão longe e disperso em um passado tão distante que eu nem me lembro se ele realmente existiu. Assim, eu não tenho ideia se eu vou ser capaz de contribuir em termos de passos reais para ajudar vc a se tornar uma maldita máquina- eu apenas pretendo identificar o problema e dar alguma teoria de como corrigi-lo.




O problema, ao meu ver


O problema  da maioria das pessoas quando embarcam em uma dieta real, uma que seja realmente restritiva, com um objetivo final extremo estilo"foda-se o mundo, eu vou conseguir queimar gordura", é duplo. Primeiro, eles têm de desprogramar-se de anos de hábitos alimentares de merda e o apego emocional concomitante aos alimentos. Este é um problema enorme para a maioria das pessoas, porque a maioria simplesmente associa determinados alimentos com determinados sentimentos.

Apenas citando algumas garotas que eu conheço, eu sei, por exemplo, que evitam a porra da proteína e não comem nada além de gordura e açúcar quando estão tristes e chateadas, e que esta merda é adquirida geralmente na forma de pães, massas cobertas com queijo e batatas. Francamente, isso não faz o menor sentido para mim, porra. Porque metade do tempo elas irão dizer que estão deprimidas porque se sentem gordas. A resposta, no entanto, é muito simples, mas elas parecem preferir a gratificação emocional de comer essas coisas do que aplicar a solução racional para o problema, que está situada bem na frente delas. Presumo que "homens" façam isso também, mas todos os caras com os quais eu geralmente saio são tão robóticos sobre sua alimentação como eu, ou tomam "produtos" suficientes para compensar a diferença. 

Eles conseguem se controlar na hr de comer. 

Seja qual for a resposta bioquímica/hormonal que você esteja esperando por ficar fora de consumir alimentos iguais do afluxo de cuspidores de fogo, se quiser queimar de gordura, construir músculos, e aumentar a libido e testosterona, você terá de comer carne, ficar magro, treinar pesado, e ficar bem longe da porra do sofá. Comer carne e ficar magro faz mais por sua psique do que você pode imaginar; pq o seu corpo se torna uma máquina de produção de testosterona e de movimento perpétuo enquanto vc se torna mais mais enxuto e "Jacked".  Assim, você será mais feliz a longo prazo, mais e mais se vc simplesmente manter o curso e abandonar suas correções de curto prazo com brownies e macdonalds com queijo e fritas, ou qualquer outra merda que é um alívio para sua criança interior ferida. Principalmente depois de olhar para si mesmo no espelho. Enquanto nós estamos tratando do assunto sobre nossa "pequena criança  interior" punheteira e comedora de  Entenmanns, é muito melhor para vc masturbar-se do que permitir que o seu cérebro salte em uma van cheia de doces sem restrições. Lembre-se, mais orgasmos = mais testosterona, o que equivale a tudo melhor.


Acredite, isso te faz menos homem. 


Além disso, o mau humor e irritabilidade podem ser creditados, em grande parte, aos altos níveis de estrogênio que que são abundantes em seu corpo se você está acima do peso. Gordura produz estrogênio e suprime testosterona . Testosterona reprimida leva a mau humor. Além disso, alérgenos e outros produtos químicos tóxicos em seu ambiente (como os conservantes presentes naquela merda horrível você chama de "alimentos de conforto") podem levar ao mau humor e irritabilidade.

Outrossim, parece haver uma correlação entre o consumo de alta proteína x alta testosterona, e como dietas de baixa proteína mostram aumento dos níveis de SHBG, uma substância química que se liga à testosterona e mantém esta bio-indisponível. (Schuler 70-71) Isso significa que a maioria das merdas que você geralmente usa para melhorar seu humor, tem na verdade o efeito oposto, de uma forma pronunciada e muito foda. Assim, há algo a ser creditado sobre essa citação ridiculamente repetitiva que você vai ver em cada local "thinsperation" (NT: locais de culto a magreza) na internet, "Nada prova ser tão bom quanto estar magro, porque sendo magro vc se sente foda. Toda vez que você olha no espelho, você se sente bem em ser você. Teve um dia ruim? Adivinha, há uma veia nova no seu bíceps esperando para animá-lo e fazer vc calar a sua boca. Simples assim".

Não se engane. Isso também é preguiça e burrice de fazer as coisas corretamente. 

O segundo problema que enfrentam a maioria dos "dieteiros" é o que eu vou chamar de "período negro". Isso seria o momento no qual parece que vc está fazendo um bom trabalho,porém não existe realmente muita diferença apreciável em sua aparência, e você acaba apenas com fome e irritado. Esse período é um duro golpe, e eu já passei por isso mais de uma vez ao longo da minha vida adulta, apesar do meu regime draconiano de dieta. Simplesmente porque a manutenção de um BF de 8% é incrivelmente difícil de fazer durante o ano todo, enquanto permanece-se grande. 

Se eu simplesmente me conformar em ser um cara trincado com 75kg, eu poderia fazer uma dieta paleo modificada por tempo indeterminado e ter um "six pack" sem muitos problemas. Eu fiz isso na Europa, mesmo sem o benefício de termogênicos, uma vez que cada maldita coisa que é impressionante no mundo é violentamente ilegal por lá, (NT: no Bostil também) mas eu consegui ficar tão magro como eu nunca tinha experimentado comendo 2 kg de carne de frango no caldo de carne com couve-flor e brócolis e um "turkey kebap" todos os dias. Porém, eu estava desgraçadamente pequeno. Assim, eu tenho que comer  demais e feito um filho da puta e treinar pra caralho para me manter entre 86kg ou mais, e as vezes, mesmo assim, vou baixar disso. Assim sendo, eu acabo deixando a minha dieta escorregar, e eu vou ganhar gordura e perder um certo nível de musculatura meu corpo aparentemente odeia manter. Quando isso acontece, eu sigo as seguintes fases:


  1. Negação de que estou ficando mais gordo (eu continuo comendo a merda que está me tornando mais gordo);
  2. Aceitação que eu fiquei mais gordo (deliberação entre alimentação e dieta meia-boca);
  3. Resolver ficar magro de novo (dieta regrada (re)começa);
  4. Impressionante fase inicial de perda de gordura. Isto é, quando as veias que eu tinha esquecido que existiam começam a saltar pra fora no meu bíceps, e meus abs inferiores começam a aparecer um pouco. Isto é maciçamente encorajador, então eu permaneço firme e treino ainda mais.
  5. O período negro. Neste ponto, o meu corpo e meu cérebro voam em plena revolta. Eu vou me sentir chateado pq, em primeiro lugar não posso comer as merdas que me fizeram gordo, (que para mim não é nada mais do que sanduíches com carne magra e Baked Lays mais do que uma vez por semana). E eu ainda estou com raiva pra caralho que minha dieta relativamente limpa me fez ficar mais gordo, e ainda mais irritado com o fato de que minha perda de gordura parece estar estagnada. Ai eu começo a me questionar se isso realmente vale a pena e se eu deveria manter o curso.
O período negro é o pior momento do caralho da sua vida. Para mim, isso geralmente dura um par de semanas, que é tolerável. Isso é porque eu acho que 12% de gordura corporal é gordura pracaralho, então eu nunca realmente chego a um estado incontrolável. Meu período negro ainda é um golpe pesado, mas não é nada que seja parecido com o que a maioria das pessoas têm de suportar. Para a maioria das pessoas, o período negro pode durar vários meses, pois não lhes é muito estranho um período de tempo que passa no qual não se vê grandes mudanças. Isso é desanimador pra porra. 

O meu é muito curto porque quando você chega abaixo de 10%, você praticamente vai ver cada novo detalhe em seu corpo em uma base diária. Isso, por sua vez, me impele a progredir. A maioria dos dieteiros têm de lidar tanto com a perda dos alimentos que lhes deu alegria temporária, enquanto que sem come-los e um período consideravelmente prolongado, nada apreciável parece estar acontecendo, e isso é onde a maioria das pessoas aceitam o fracasso porque afinal, o fracasso pode trazer alívio.

Eles decidem que não podem ficar mais magros, e vão dar inúmeras desculpas para confirmar essa crença. Lembre-se, no entanto, que a segurança é uma mindset cruel - "que endurece as nossas mentes contra as possibilidades e fecha-as para o mundo em que realmente vivemos." Tendo em conta que é muito mais fácil de falhar do que ter sucesso, e o fato de que nós estamos afogados em um mar de elefantes de merda nos dias atuais, é fácil se convencer de que o fracasso é ok. Porém, isso nada mais é do que um pensamento preguiçoso e derrotista.  E um puta derrotismo. Você foi tão projetado para ser gordo como os gatos da casa foram projetados para serem seres humanos vegetarianos - somos predadores na alma, e não nódulos de gordura de merda que precisam de Lipitor para manter suas artérias funcionando e Viagra para ter ereções. 

Sociedade atual

A Solução

A solução mais simples é um alvo difícil mas tangível, num estilo Van Damme de atingir metas. Algo que fará você se sentir como um idiota se falhar. Você precisa ter medo do fracasso e desejar ter sucesso, simultaneamente. Assim sendo, se você quiser ficar magro, isso é o que vc deve fazer: pegar um campeonato/competição em um esporte qualquer e que você tenha um grau razoável de habilidade. Pelo amor de Deus, há um monte de idiotas que tentam enfiar um pino quadrado em um buraco redondo, e isso é retardado, porra.Certas pessoas são boas em certas coisas e não em outras. Outros são bons em uma porrada de coisas e parecem não ter falhas, e outros são apenas uns fodidos. Os fodidos provavelmente não estão lendo isso - eles estão ocupados jogando algum jogo estúpido escondidos em algum porão fedorento por ai.

 As pessoas que encontraram o maior sucesso na vida são aqueles que trabalharam duro no que são boas, ficando ainda melhor, enquanto que dedicaram um  tempo menor para corrigir seus pontos fracos. Se você gastar todo o seu tempo de trabalho nas suas fraquezas percebidas, o melhor que você pode esperar é a mediocridade, e a mediocridade é um objetivo estúpido. Assim, você precisa primeiro se sentar e determinar quais são suas vantagens competitivas. 

Tendo feito isso, pondere contra as coisas que você realmente gosta. A merda que tiver a maioria de cruzamentos é em que você deve competir. Antes das pessoas começarem a fazer afirmações sobre minhas afirmações sobre eu ser "pouco musculoso" e geralmente inadequado para powerlifting, considere o fato de que eu nunca consultei outras pessoas sobre o treinamento. Eu nunca fiz perguntas detalhadas a um completo estranho sobre o treinamento. Quando eu fazia alguma coisa, eu imitava as atividades de outros caras para descobrir como isso deveria ser feito. Eu li muito sobre treinamento, e eu aprendi muitas coisas por conta. Mas muito certamente, vc não é igual a mim. Meu sucesso vem de aproximadamente vinte anos arrastando o meu traseiro para dentro da academia 5 ou mais dias por semana, seja com doença, trabalho, férias, em cursos, divórcio ... qualquer merda. Eu tenho um desejo ardente para governar tudo em torno de mim, e eu vou dobrar o maldito mundo à minha vontade. Assim, eu posso ser muito foda em praticamente qualquer coisa que eu quero, porque eu odeio perder mais do que eu gosto de assistir tv.

Em suma, o que estou dizendo é que parece haver um monte de pessoas ai fora que escolhem o que DESEJAM fazer antes de descobrirem no que SÃO BONS, e isso é estúpido. É por isso que eu recebo muitos e-mails retardados que reivindicam melhorias no seu agachamento após 5 anos, e eles não conseguem mesmo bater 140kg com 86kg de peso corporal. Se você tem 86kg e não pode agachar com 140kg em dois anos de treinamento, NÃO SEJA UM POWERLIFITER. Você não só nunca será bom no que faz, mas você só vai parecer retardado no processo. O mesmo vale para as pessoas que querem ser levantadores Olímpicas (ou "corsfitters) mas são um merda no trabalho de prensas, ou que são muito lentos, inflexíveis, ou pouco ágeis. Se você é feio, não se mate tentando se tornar a próxima capa de revista. Isso parece elementar, mas a internet parece ter colocado na cabeça de todos que eles devem pesquisar por ai as coisas (muito mal pesquisado), e em seguida, discutir essas coisas em fóruns, e em seguida, tentar praticar. Se você já tiver feito isso, soque-se no rosto.

A moda é ser "Crossffiter"

Seguindo em frente, descobra no que você vai competir. Se é fisioculturismo, é tudo muito mais simples, pq você não tem que se preocupar tanto com força. Se é qualquer coisa que envolva um inferno de corridas (estou olhando para vocês, jogadores de rugby) em que você está se fodendo por não estar magro ou seja lá qual for o motivo, e você precise adicionar alguma vantagem a partir da sua dieta. Se é um esporte de força, é provável que você vai estar preocupado com a perda de força. Se não for nada disso, ainda por uma série de razões:

  1. Fazer dieta mantém seu foco no treinamento, e vice-versa. Quanto mais difícil for a dieta, mais hardcore você irá treinar. O anverso definitivamente não é verdade. Se você comer de forma descuidada, você não vai se importar tanto quando acertar a academia, porque você já fez uma porrada de concessões sobre o seu treinamento (na seleção do combustível), então você está recuando do sucesso antes mesmo de tocar em uma barra . Se você está indo treinar chateado e com um pouco de fome por fazer dieta, você vai ver a sua frustração sobre os pesos e você vai querer arrebentar o seu traseiro para que o esforço de fazer dieta não seja desperdiçado
  2. Desde que você esteja comendo proteína suficiente e não esteja em um ridículo déficit calórico, você não vai perder músculo ou a força por fazer dieta. Qualquer um que diga o contrário estava fazendo dieta como um fisiculturista, que é fodidamente retardado. Fisiculturistas fazem as coisas da maneira que eles fazem, porque eles são mentalmente fracos e dependem de medicamentos para fazer a maior parte do trabalho. Em esportes de força, você faz todo o trabalho pesado - um frasco de droga nunca levantou nenhuma maldita coisa.
  3. Mesmo se você perder força, perder gordura e deixar cair o peso, significa deixar cair a classe de peso. Assim, a sua força relativa provavelmente vai subir. Por exemplo, você decide ir a um campeonato, e você tem atualmente um total de 680kg com 90 de peso e 15% de BF. Você se fode na dieta, e em 5 meses são 82 com 6% DE bf e um abdm fodão, mas apenas um total 660kg (o que seria altamente improvável, mas isso é apenas por uma questão de argumentação). Seu coeficiente de Wilks teria aumentado de 432,66 para 441,909, o que significa que você está realmente muito melhor em termos de ser melhor levantador de peso do que você era quando como um gordo de 90kg.  


Em qualquer caso, você vai escolher uma competição com uns seis meses de distância. Eu digo que não mais de seis meses de distância, porque você precisa de um senso de imediatismo o dirigindo para a frente. Você precisa ouvir um relógio ao fundo, e precisa não ter margem para erro ou falha. Você precisa de um limite de tempo para que todas as suas ações devam ser quase perfeitas para atingir o seu objetivo. Depois de decidir sobre qual competição, mande seus formulários e taxas de inscrição imediatamente. Gastar dinheiro é algo que vai mante-lo firme no treinamento. Além disso, você terá que definir uma meta tangível, porque você vai ostensivamente ter escolhido uma categoria de peso em que você realisticamente quer competir. Como o cara acima, por exemplo. Deixe a sua gordura corporal decidir o que é factível no tempo previsto, e onde você gostaria de estar em seguida, e comece a fazer dieta. HOJE! Não amanha. Não na segunda-feira.

Começar a dieta não é a parte difícil - furar com a dieta é. Como eu mencionei, você vai, inicialmente ver um monte de progresso. Que irá motivá-lo a treinar e fazer dieta mais regrada, que inicialmente produzirá resultados ainda mais pronunciados. Então, muito sem aviso, esses resultados parecem parar. Eu não tenho ideia do que diabos seu corpo está fazendo neste período, ou por que isso acontece. O que eu que posso dizer no entanto, é que isso fode com a minha cabeça. Você vai começar a duvidar de tudo neste momento, e você vai começar cegamente tentar encontrar soluções para a sua enrolação. 

O que as pessoas fazem mais comumente neste ponto, (se não for parar completamente) está entre tomar um "tempo" ou alterar completamente o que estavam fazendo. NÃO faça nada disso. Nem uma dessas coisas o levará aonde vc quer ir. Você não é um explorador pré-industrial que está correndo para fora da terra firme e tem que começar a construir um barco. Você é simplesmente um navegante que foi atingido por um vento contrário no meio de um furacão. Como este marujo, você só terá que dar mais gás para continuar fazendo algum progresso, e continuar da mesma maneira exata que você estava fazendo para evitar o furacão e chegar em terra firme. Não cometa nenhum erro - se você desviar-se do curso, você vai se foder. Em vez disso, acabe de dar pra aquele filho da puta mais gás para atravessar o período escuro.

Resultado de não furar protocolos.

"Mudanças sequenciais no comportamento estimulam os maiores resultados - e não os radicais".  Assim, dê uma olhada no que você tem feito e encontre maneiras de ajustar e melhorar. Adicionar um colete com pesos nos seus exercícios leves e usá-lo durante todo o treino. Fazer uma longa caminhada de manhã com o estômago vazio. Levante-se, enquanto você joga Xbox. Reduzir o número de carboidratos que você come durante uma "refeed" e espalhá-los ao longo do dia, ou tente concentrá-los em uma grande explosão. Adicione um par de séries para cada treino de merda que você gostaria de melhorar. Qualquer melhoria que você fizer irá ajudá-lo durante o período escuro. 

Se você gasta muito tempo analisando e não tem tempo suficiente fazendo, você virá sofrer da paralisia da análise, e vai falhar miseravelmente. "Fazer análises ancoradas no passado, faz com que você associe o problema como estranho e muitas vezes, francamente, por coisas que são ridículas, que torna ma mudança ainda mais difícil" (eu estou olhando para você, Reddit). 

Pare de agonizar  sobre como anda a sua "execução", ou os pequenos detalhes de isto ou aquilo e apenas tente mais, porra . Se eu ganhasse um dólar por cada e-mail que eu recebi, onde a resposta óbvia foi "treinar mais pesado, você é uma bixa", eu seria o Doanld Trump. Se você simplesmente fizer algo, e você acreditar no que você está fazendo e trabalhar com vontade, acontecerá. Se pílulas de açúcar podem curar 50% dos casos de depressão, simplesmente porque os pacientes acreditam na eficácia do seu tratamento (Langer 110), a crença em si mesmo aliado as suas ações fará com que você alcance o sucesso, porque ao contrário dos bichanos chorões do estudo da depressão, você está trabalhando duro e tomando conta da sua própria vida.

Não seja esse cara. 



Durante este período, você vai ter que trabalhar mais do que nunca para manter o foco. E ele vai ser uma droga. Você vai precisar de mais sono. Você vai ficar chateado por qualquer merda, porque você está de saco cheio com a frustração da sua aparente falta de progresso. As pessoas ao redor você vão começar a fazer sugestões sobre fazer concessões, sobre como o que vc está fazendo não é natural e possivelmente insalubre, e eles vão reforçar suas dúvidas e a voz de merda na parte de trás de sua cabeça. É neste ponto que você precisa se lembrar que você é melhor do que cada pessoa ao redor. Você é um semideus - que transcendeu a condição humana e se tornou algo melhor, e está no caminho para se tornar uma divindade. Se assim for, você poderá manter o curso. Para fazer isso, eu utilizo uma variedade de técnicas. 

Eu ouço músicas ainda mais agressivas, e estou constantemente em busca de novos sons para me motivar ainda mais. Só leio livros em que o protagonista é um super-humano, quer se trate de Michael Z. Williamson, os livros de Lee Child, ou a biografia de Vlad, o Empalador, ou o meu livro ultimate pump, Portões de Fogo . Eu assistirei o filme "Adrenalina" todas as manhãs quando eu acordar para sentir o meu sangue fluindo e manter meu traseiro em movimento rápido e agressivamente. 

Com base nisso, eu vou manter a dieta mais restrita, reduzir meus carboidratos durante os meus dias refeed e cortar todos os açúcares durante o meu Rampage. Prevenção de armadilhas mentais é feita através da pré-programação de uma resposta para reduzir o tempo de reação. "Pré-programação aparece para contornar a fase de formulação da estratégia e transfere diretamente o programa motor para o sistema nervoso central". NUNCA, no entanto, leia histórias de aflição e fracasso na porra da internet, por isso evite blogs e sites de chorões e afins como se fossem uma praga maldita durante esse tempo. Não há nada neles, apenas fracasso. 60kg e preocupado com a "forma"? Mantenha-se positivo, e mantenha-se agressivo. Você vai prevalecer.

Seja insano

Se você se pegar falhando, é porque lhe falta a vontade de ter sucesso. Nesse ponto, você tem duas opções - ser uma pessoa forte ou uma pessoa fraca. Não há meio-termo. Se você falhar ao fazer dieta, você é fudidamente fraco. Não há outro raciocínio. Não é sua tireoide, ou sua genética, ou o fato de que você não usa esta ou aquela droga. É PQ VC ESTÁ FUDIDAMENTE FRACO. Se você optar por ser assim, isso é bom. Francamente, eu poderia me importar menos se a maioria das pessoas simplesmente se jogassem da porra de um penhasco. Assim, você deve ter sucesso em sua dieta para tornar-se uma pessoa melhor e mais forte. Você vai agradecer a si mesmo, e quanto mais miserável for a sua experiência, mais você vai apreciá-la depois. 

Falhar não é uma opção. 

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Sentindo o músculo vs. Movendo o Peso


Antes de dar continuidade a minha série "porque vc deveria tentar coisas novas", eu resolvi trazer um texto do T-Nation pq é bastante esclarecedor e vai dar um entendimento melhor para as coisas que virão que possam, talvez, ficar sem melhores explicações que causaram confusões na cabeça dos leitores mais deficientes. E também vai evitar que paspalhos fiquem cagando pelos dedos posteriormente. Apesar de ser um texto de um site de "gurus fitness" (que tanto odiamos), ele é bastante REALISTA por assim dizer. Inclusive esse site tem bastante coisa interessante se vc souber procurar e tiver o mínimo de senso crítico. Não leve tudo que está escrito ao pé da letra como palavra final e definitiva, há mais alguns aspectos que não foram mencionados aqui que eu falarei mais tarde. Mas enfim. Segue o texto. 

-------------------------------------------


Não é um "bódibiudi"

por Clay Hygth

  • Antes de ir treinar, decida qual é o seu objetivo principal. A meta para conseguir uma aparência específica requer uma abordagem de treinamento diferente do que a meta de se tornar um atleta com melhor desempenho;
  • Aqueles que treinam a fim de melhorar seu desempenho atlético, estarão mais preocupados com o movimento do peso do ponto A ao ponto B o mais eficientemente possível e com o maior peso;
  • Aqueles que treinam a fim de modelar o corpo de uma maneira específica devem incidir sobre sentir os músculos alvo do trabalho. Mover o peso do ponto A ao ponto B é secundário;
  • A quantidade de peso que você usa, a velocidade das rep, e seu foco mental serão diferentes com base em seu objetivo principal.

Sua decisão


Antes de começar cada série, você tem uma decisão crucial para fazer. E não é a quantidade de peso que vc vai colocar na barra ou o número de repetições que irá realizar. É algo bem mais abstrato, mas tão importante quanto. Você precisa decidir se o seu principal objetivo é mover o peso ou se será sentir o músculo. Em outras palavras: o seu objetivo principal é uma medida de desempenho como conseguir um número máximo de repetições com um peso particular, ou é realmente SENTIR o trabalho muscular?

Estes são objetivos muito diferentes . Uma série feita com qualquer um destes objetivos em mente também será muito diferente - uma será mais pesada e mais explosiva, enquanto a outra vai ser mais leve e controlada. Mas qual destes é o melhor caminho? Tão distintas como essas duas abordagens são, uma não é inerentemente melhor do que a outra; elas simplesmente servem a propósitos diferentes. 

Movimentos vs. Músculos


Também não é um "bódibiudi".

Atletas envolvidos em esportes de força e movimentos (MMA, futebol, powerlifting) geralmente devem se concentrar em treinar os movimentos, enquanto fisioculturistas devem se concentrar em treinar os músculos específicos. Os atletas que participam de esportes baseados em movimentos precisam ser capazes de se mover melhor para aprimorar seu desempenho. Um cara do MMA não precisa se preocupar com o tamanho do seu peitoral. Em vez disso, ele precisa se preocupar com a capacidade dos seus peitorais para gerar força máxima rápida e repetidamente, habilitando-o a desferir ataques mais prejudiciais ao seu adversário. Da mesma forma, um piloto de BMX não está preocupado se as suas pernas ficam bem com ele de cueca. Não, ele está mais preocupado se aquelas pernas podem aplicar potência máxima para tirá-lo de algum buraco e andar ao longo do trajeto o mais rápido possível.

Na outra extremidade do espectro, "bódibiudis" é que estão mais interessados ​​em melhorar a aparência de sua musculatura - vamos chamá-los fisiculturistas -  e não estão preocupados com a produção de energia ou capacidade de resistência. Eles estão preocupados com o formato/tamanho que os músculos vão adquirir com o treinamento. Fisiculturistas e seus derivados não se importam com quanto atingem no salto vertical ou até mesmo o quanto kg eles podem agachar - estão simplesmente preocupados em ter os quadríceps completos, uniformemente desenvolvidos e que tenham visivelmente uma boa separação entre as três cabeças. E uma "Bodyfitness" não está preocupada com a sua capacidade de executar um determinado número máximo de pull-ups num curto espaço de tempo. Ela quer o desenvolvimento máximo do latíssimo, fazendo assim sua cintura e quadris parecerem mais estreitos.

Mesmo que seja muito unânime de que os atletas que querem performance e fisiculturistas, em última análise, têm diferentes objetivos de treino, este fato tende a ser perdido no momento em que pisam dentro da academia. Então, vamos elencar algumas maneiras práticas que os atletas e fisiculturistas podem aperfeiçoar o seu treinamento para maximizar o resultado desejado.


Treinando os movimentos: 3 Fatores


390kg!!

Existem algumas maneiras que um atleta pode adaptar a sua formação para maximizar a adaptação de desempenho.

1 - Velocidade das repetições


Uma grande regra não "nonsense" é que, se você quer ser capaz de se mover rápido, você precisa treinar rápido. Pondo de maneira simples, você fica melhor no que faz frequentemente.  Para maximizar a força e velocidade (potência), você precisa ser capaz de recrutar o máximo número de fibras musculares, estimulando os nervos que inervam essas fibras (unidades motoras) com um impulso neural tão forte quanto for possível . Em outras palavras, se você é um atleta de força você irá querer maximizar recrutamento de unidades motoras e codificação neural. Uma maneira de conseguir isso é através do aumento da velocidade das repetições. Realizando uma série explosivamente irá maximizar tanto o recrutamento de unidades motoras como a codificação neural.

Então, digamos que você está fazendo uma série de agachamento. Faria mais sentido realizar a porção concêntrica tão rapidamente quanto possível. Fazendo isso regularmente, você vai ser capaz de aplicar força máxima em qualquer dado momento. Embora, como igualmente o cuidado deva ser usado quando se faz movimentos excêntricos controlados, fazendo a parte excêntrica do agachamento rapidamente servirá para maximizar o recrutamento de unidades motoras. Isso ocorre especialmente quando você chegar ao ponto do exercício onde o impulso da descida excêntrica rápida deva ser rapidamente desacelerada, parada, e depois mudada de direção rapidamente, gerando rapidamente uma contração concêntrica. Assim, através da treinamento de forma explosiva, você desenvolve a capacidade de se mover mais rápido.


2 - Seleção de Peso


É importante saber selecionar bem o peso com o qual se vai trabalhar. 

Atletas competitivos podem melhorar a sua capacidade de realizar certos padrões de movimento, realizando-os regularmente sob uma forte resistência.Um lutador que realize o supino empurrando com uma força explosiva melhorada poderá, literalmente, nocautear  melhor o seu adversário. Se você é um atleta, você vai se beneficiar do uso de um peso relativamente pesado (alta porcentagem de 1 RM) ao fazer um supino para maximizar as melhorias no recrutamento de unidades motoras e codificação neural.

Então, se você é um atleta no meio de uma série de supino com barra, você deve estar focado em mover a esmagadora resistência para longe o mais explosivamente possível - e não em sentir o peitoral trabalhando. E isso nos leva à última diferença entre o treinamento de movimentos contra o de músculos.

3 - Foco Mental

Foco, concentração é importante nessa modalidade de treino.

Onde você coloca o seu foco mental durante uma série é o fator-único mais determinante no resultado que será produzido. Assista a um "CrossFitter" fazer uma série de pull-ups e depois assista um fisiculturista fazer uma série de pull-ups - eles parecem totalmente diferentes, quase como se não fossem sequer o mesmo exercício. A razão para isso é a mentalidade ou o propósito do praticante.

Alguém fazendo CrossFit vai estar preocupado em fazer a maior quantidade de pull-ups no menor período de tempo possível. E para isso, as repetições são feitas de uma forma que maximize o desempenho e eficiência dentro desse objetivo. Sentir os músculos de trabalho não é importante. Porém um fisiculturista fazendo  pull-ups estará exclusivamente focado  em sentir os músculos de trabalho. Quando você começa uma série de um determinado exercício, onde você vai colocar o seu foco é que irá determinar como você executa, e como você executa irá determinar que tipo de adaptações de treinamento ocorreram.


Treinando os músculos: três fatores



Veja como os mesmos três fatores são diferentes para alguém que está preocupado com a aparência estética do seu físico.

1 - Velocidade das repetições


Movimentos controlados

A principal coisa a lembrar sobre a velocidade das repetições para musculação é esta: treine apenas lentamente o suficiente para que você possa certificar-se que o músculo alvo está fazendo a maior parte do trabalho. Velocidade da repetição é secundária para estimular corretamente o músculo. Embora não seja uma má ideia treinar ocasionalmente com uma velocidade de reps maior para maximizar o recrutamento de unidades motoras, o treinamento para a hipertrofia é geralmente mais sobre certificar-se que o músculo alvo é deixado e sob tensão por uma quantidade ideal de tempo.

Hipertrofia tem muito sobre o "tempo sob tensão" (TST) - NT: em português o termo seria TUT, procure pesquisar sobre isso pois é importante por uma série de fatores. -  pois envolve a maximização do número de fibras musculares estimuladas. Um fisiculturista deve primeiro certificar-se de que a velocidade da repetição que ele está usando lhe permite manter a tensão diretamente sobre o músculo alvo. Que normalmente vai ser uma velocidade muito mais lenta do que você veria de alguém treinando para o desempenho atlético. A fase excêntrica ou negativa da série, em especial, seria feita mais lentamente e sob controle. A concêntrica pode, e deve, ser feita um pouco mais explosiva para recrutar o número máximo de unidades motoras - mesmo para aqueles que treinam para hipertrofia.

2 - Seleção de Peso

Treinar para hipertrofia pode ser benéfico

Escolhendo direito a resistência para o treinamento na musculação segue um protocolo semelhante à velocidade das reps. Primeiro, verifique se você está alvejando o músculo certo, então sinta-se livre para usar um peso relativamente pesado, sem perder o "feeling" do trabalho muscular alvo. Isso é uma coisa que é única no treinamento de hipertrofia e fisiculturismo: treinar como um atleta de força com uma pesada resistência e/ou alta velocidade de rep certamente pode ser benéfico, especialmente por causa das alterações neurológicas acima mencionadas que ocorreram. Mas fazer isso sem estimular os músculos certos não vai levar a um crescimento satisfatório nas áreas corretas.

Por exemplo, digamos que você é um fisiculturista fazendo o supino com barra, a fim de estimular o seu peitoral. Se você se focar em usar tanto peso quanto possível e mover esse peso de forma explosiva, sem dúvida você vai "executar" melhor, mas se isso transfere uma boa parte do trabalho para longe do seu peito a coloca sobre os deltoides anteriores, então você está roubando ou transferindo a estimulação que seu peitoral precisaria para crescer. Você não pode perseguir dois coelhos de uma vez. Não tente ter um melhor desempenho em detrimento de ficar pequeno.

Isso nos leva ao nosso aspecto final, ainda mais significativo onde fisiculturistas devem treinar de forma diferente do que os atletas.

3 - Foco Mental


"é ele que a gente quer"

Ao treinar para o crescimento muscular a sua mente precisa estar no músculo alvo. Se você não se concentrar no músculo que você está tentando trazer, seu corpo vai reverter para o que é mais confortável, ou seja, permitirá que os mesmos músculos "desliguem" e apelará para os músculos já sobrecarregados que cercam os que você está tentando construir. Fazer um exercício sem sentir o trabalho muscular alvo não vai só atrasar o progresso, ele também pode causar o seu regresso ao exacerbar os desequilíbrios musculares.

Quando você mantém o treinamento de um músculo que você não consegue sentir facilmente se está trabalhando, é natural para o seu corpo tentar contornar este músculo ineficiente, sonolento, alterando o programa motor para recrutar músculos mais eficientes, prontos para o trabalho. A única maneira de ter certeza de de atingi-lo com o exercício que você precisa é usar esse músculo poderoso entre suas orelhas. Certifique-se de que você sente os músculos certos trabalhando, tanto quanto possível, desde o início da primeira repetição até a conclusão da última.

Ajuste sua forma, altere a sua velocidade de execução (normalmente indo um pouco mais lento), e considere empregar uma técnica de intensidade como isometria - especialmente na posição contraída - para se certificar de que você está sentindo o estresse do exercício no lugar certo.

Qual é a sua decisão?


Fisiculturistas podem se beneficiar do treinando como um atleta e vice versa. Mas, assim como você iria concentrar sua atenção em aprender uma língua se é isso que você quer aprender, você deve decidir antes de cada série qual é o seu objetivo principal. Em seguida, treinar em conformidade.