quarta-feira, 1 de junho de 2016

O MINIMO QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA NÃO SER UM PASPALHO

O MINIMO QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA NÃO SER UM PASPALHO 


Dado a situação lamentável ao qual estamos passando ultimamente aqui nos fóruns, com juvenas vindo com as dúvidas mais banais sobre os mais diversos assuntos, e falando como se fossem os verdadeiros arquitetos do universo, eu escrevi esse manual viril para ajudar vocês, paspalhos, a não serem tão ingênuos e retardados. Se entenderem e seguirem o que está escrito aqui, vocês serão poupados de se fuderem no mundo real e ser vistos como imbecis pelos seus pares, e também evitará que recebam xingamentos violentíssimos de caras sem paciência igual eu, e até um possível banimento no meio do rabo. 

Pronto ou não, é hora de sair e matar o seu leão assim como eu fiz


1-     Coragem. Esse é o ponto mais importante tanto no mundo virtual quanto no real. Coragem pode ser traduzida como masculinidade. Bem da verdade se vc for pesquisar afundo sobre o tema masculinidade/virilidade vai perceber que esse termo é praticamente um sinônimo de coragem. Mas é preciso entender corretamente o que essa palavra significa. Não confunda coragem com a ousadia vã e fútil que afaga o ego. 
 
Coragem é primeiramente ter bem claro na sua mente que se vc é um ser vivo, precisa agir. Na natureza, um organismo que está morto é um organismo que não tem mais nenhuma REAÇÃO físico-química. É uma coisa inerte. Masculinidade é totalmente o contrário disso. É a capacidade de transformar o realidade das coisas por meio de intervenção, de força, de ação. Homens construíram a civilização como forma de subverter a ação da natureza que é cruel e quer o fim de tudo para que possa reutilizar seus átomos em outras coisas, assim ela se mantém as custas das coisas vivas que são constantemente substituídas por outras. Se você permanecer inerte será destruído rapidamente. A natureza não é uma mãe carinhosa como os ambientalistas esquerdistas gayzistas querem fazer vc acreditar que seja. Ela é cruel e vai te matar se vc fraquejar. 
 
Mas vc ai, paspalho, deve estar pensando: “porra Hercules, eu não vivo mais na natureza “crua”, vivo numa cidade”. Sim imbecil, eu imagino que sim. Mas a nossa constituição biológica foi adaptada para sobreviver a essas circunstâncias. Por isso os homens tem esse instinto de enfrentamento voltado para ação e o destaque. Nossos antepassados tinham a necessidade de VENCER a natureza caso quisessem permanecer vivos e transmitir seus genes adiante. Essa necessidade permanece em nós, mesmo nós vivendo em ambientes muito mais confortáveis e seguros. A natureza foi vencida com a ascensão das civilizações e sociedades, mas nosso espirito de enfrentamento continua vivo, sem termos mais os perigos reais de antigamente.  
 
E é justamente essa dissonância cognitiva entre a necessidade interna que temos de provarmos nosso valor via enfrentamento, guerra, força e violência e a realidade pacifica ao qual vivemos que causa tantos problemas para os homens atuais. Eles, ou melhor, nós não nos sentimos úteis e nossa vida passa a ser somente uma busca constante por prazeres imediatos egoístas, seja via sexo, via consumismo, via drogas, via jogos de videogame, etc. Não vemos qual o nosso papel na sociedade já que essa, de uma maneira geral, já não precisa da nossa força e coragem para seguir em frente. O fato que as mulheres hoje já são muito mais independentes que antigamente, não precisando mais dos homens nem para terem filhos (assim pensam elas pelo menos) agrava essa situação. Não é surpreendente o que está havendo com os homens hj em dia. Sem rumo, se tornando cada vez mais femininos e egoístas. Já não temos pelo que lutar, nem família, nem mulheres, nem legado. Junte a isso toda a propaganda anti-homem que governo, universidades e demais meios de comunicação transmitem, e temos um colapso pronto a acontecer. 
 
Do ponto de vista biológico e da perpetuação da espécie, úteros são mais valiosos que esperma, pois um único homem pode fecundar inúmeras mulheres, mas as mulheres só podem ter um filho de cada vez. Por isso na natureza humana os homens sempre vão proteger as mulheres. Em uma guerra quem vai para o front de batalha são os homens por isso. A constituição biológica nossa, de termos mais músculos, massa magra e testosterona é para cumprirmos esse papel de protetor. Pensem comigo paspalhos, se numa comunidade de100 pessoas, 50 homens 50 mulheres, entrarem em conflito com outra comunidade e dessas 50 mulheres, 25 forem mortas e nenhum homem for, as chances dessa comunidade sobrevier diminuem muito caso ocorra outro enfrentamento, pois eles vão conseguir aproximadamente no máximo ter na próxima leva de crias 25 pessoas, voltando assim ao estado original. Agora se 25 homens morrerem, mas as mulheres continuarem em mesmo número, mais 50 pessoas poderão ser procriadas, elevando ai o número inicial em 25, mesmo com os homens que foram mortos, pq um homem pode fecundar inúmeras mulheres. 
 
Essa lógica básica que é esquecida por todos os juvenas e até alguns veteranos. Somos constituídos para sobreviver e transmitir nossos genes. Ponto final. Se o homem não cumpro o papel ao qual foi designado a cumprir, (proteger, prover, procriar) ao de ruim vai acontecer. Por isso a sociedade dá mais valor ao feminino, pq a sociedade foi construída por homens que sempre deram muito valor as mulheres por conta dessa necessidade. 
 
Se um homem, em tempos antigos não tinha coragem para enfrentar o inimigo, não agregava em nada na sociedade ao qual estava inserido, este viveria no ostracismo e esquecimento. Ele não era útil na nada, e pelo fato de que eu acabei de explicar que homens são mais descartáveis que mulheres, a morte dele não implicaria em nada para o futuro da tribo. Aliás era muito comum os membros da mesma tribo matarem, ou sacrificarem os membros covardes. As mulheres da tribo, por serem uma espécie de artigo de valor, só estavam disponíveis para homens que provaram o seu valor. Por isso estes tinham o direito a várias, inclusive com elas não se importando com isso, e outros não tinham nenhuma. Daí vem a tão falada hipergamia feminina. Do ponto de vista biológico, uma mulher ter filhos de covardes era um atestado de que a sua linhagem seria extinta em um futuro próximo. Por isso era preferível ter um filho de um membro foda, mesmo que esse tivesse inúmeras outras mulheres, do que de um beta fracassado. Está começando a entender pq vc ter coragem para enfrentar o mundo é importante, imbecil. Isso está escrito nos seus genes vc querendo ou não, mas vamos prosseguir. 
 
Porém, um fato que fica evidente nisso é que a tomada de virilidade e masculinidade implica em riscos. E muitas vezes em risco de vida. Para o homem, sempre foi um jogo de 8 ou 80. Demonstrar o seu valor era essencial para que pudessem passar seus genes adiante, e para o bem da comunidade ao qual viviam. Morrer em batalha era muito mais valioso do que viver uma vida longa como um covarde que nunca assumia nenhum risco. Isso também era importante para o relacionamento de homem com homem. Nossos pares tinham que saber que poderiam contar conosco caso fosse necessário, pois na batalha era sempre vida ou morte. Uma traição de um colega, ou uma falha por covardia e falta de perícia poderia causar o fim de toda uma comunidade. Por isso a amizade masculina é muito mais forte, e ao mesmo tempo mais simples que a feminina. Homens tem esse laço de parceria e cumplicidade fundamentados na fidelidade e ajuda mútua em casos de risco de vida. Por isso traíras e covardes são tão odiados. 
 
Por isso também, hj em dia nesse mundo confortável ao qual vivemos, viver fora desses preceitos viris não causa a morte do sujeito (não sempre pelo menos) e os homens não veem mais a necessidade de ser dessa forma, pois além de permanecerem seguros, mesmo sendo cagões bundas mole paus no cu, viver de uma forma passiva, pouco agressiva e mais feminina é muito mais confortável. E lembre-se, hj presamos pelo conforto. Com o fim do rito de passagem, homens não sabem e acham que não tem mais a necessidade de mostrar que já são homens. Mas isso está escrito em nós e essa necessidade permanece, por mais que vc queira achar que não. 
 
Fica evidente também que no mundo genuinamente masculino, não tem espaço para todos na glória das conquistas. Alguns morreram, outros nunca serão bons o suficiente. E uma das coisas que a sociedade moderna e segura fez, foi dizer aos homens que não existe mais essa necessidade de se afirmar como homem. “Você não tem que provar nada”, eles dizem.  Isso gera inúmeras bestialidades e todos nós somos nivelados na mediocridade. Tirou-se o que caracterizava uma pessoa como homem, mas não foi posto nada no lugar, assim qualquer coisa entrou nessa conta. Por isso por mais medíocre que vc seja, ainda vão te chamar de homem. Mesmo que vc não produza nada, mesmo que vc saiba de nada, que não se sacrifique por nada nem ninguém, mesmo que seja um cagão e etc. E vc, por não ter essa cobrança de virar homem, se isola cada vez mais num mundo feminino egoísta e covarde, pois lembre-se, viver passivamente é mais fácil e confortável. Você olha para os lados e ve que seus pares também são medíocres como vc, mais afeminados que vc. Junte a isso que não temos um exemplo de masculinidade presente na maioria das vezes, mas tudo o que eu falei aqui e temos os homens atuais.
 
Como tudo que foi dito aqui, a rivalidade está escrita nos nossos genes, precisamos competir com alguém ou alguma coisa para nos sentirmos bem. É preferível perder do que nunca competir em nada.  
 
A necessidade do homem de se aperfeiçoar, se tornar especialista ou técnico em algo é e sempre foi muito muito mais forte em nós por isso também. Por isso sempre dominamos os cenários acadêmicos e profissionais, pois essa necessidade de mostrar valor por meio de habilidades está escrito no nosso gene. É o nosso legado. PRECISAMOS DEMONSTRAR VALOR A QUALQUER CUSTO.

Como eu expliquei, as mulheres sempre foram colocadas em um lugar de privilégio nas sociedades patriarcais, pois eram vistas como mais valiosas. Homens tinham que proteger e prover suas mulheres se quisessem que a sociedade qual construíram e os seus próprios genes fossem levados adiante. Muitas guerras e conflitos começaram por uma tribo iniciar um ataque violento em outra comunidade afim de roubar as mulheres destes. Sendo assim, a mulher sempre pode se dar ao luxo de ser passiva nas relações interpessoais. O homem tinha e precisava vim atrás, não ela, pois as chances de ela nunca acasalar eram mínimas, já a dos homens... por nós temos que ter uma conduta ativa para com as mulheres, iniciar o contato. Se vc ai paspalho, está esperando a panicat virgem cair do céu no seu pau, só lamentos por você. Por isso você iniciar o contato é o que elas esperam, por isso sedução é o jogo delas, pois com isso conseguiam atrair um maior número de machos e com isso, um possível guerreiro fodão, ou alfa, como preferir. Na sociedade atual, nossas possibilidades de interação com as mulheres aumentou bastante, mas mesmo assim elas ainda vão preferir os melhores, pq mais uma vez, isso está nos genes delas. NÃO ADIANTA VC FICAR REVOLTADINHO E CHAMAR TODAS DE VAGABUNDA. TODAS SÃO ASSIM ATÉ A SUA MÃE. OK, entendido? 
 
O que não pode é vc ser paspalho e se anular por causa de uma vagina, mas isso é assunto para outro tópico. O que é preciso vc saber que até mesmo se vc for um acara de valor, pode ser que o tipo de mulher que te atrai não venha até vc, pq ela não tem a necessidade real e biológica disso, lembre-se, por isso vc tem que ser sempre o ativo nas relações, conduzir e ser perspicaz. Isso é ser masculino. 

 Esse filme mostra muito bem como a natureza é cruel e implacável. Estão esperando o que para assistir, paspalhos?


Claro que nosso mundo atual não é igual antigamente. Se vcs puderem, vejam o filme Revernant (O regresso). Lá fica bem evidente o quão cruel é a natureza, e que o homem só tem valor, só sobrevive se tiver coragem e todas essas outras características que são suas derivadas que eu citei aqui. Tudo isso que eu citei, se resume a coragem de sair do seu conforto e ir escrever a sua história. A ir estudar, a ir aprender com os mais velhos, e ir se tornar uma cara forte fisicamente, a cultivar amizades REAIS, a dar a cara a tapa, errar, competir, vencer e perder a agregar valor em si mesmo e aos demais. A prover, proteger e procriar. Por isso o primeiro e mais importante item do meu manual é a coragem, sem ela vc não sai do lugar, porém ao mesmo tempo que eé o gatilho inicial, ela vai aumentando e se aperfeiçoando a medida que vc evolui. 

Agora deve estar ficando claro para vc, jovem paspalho pq ninguém se importa com vc e tu é visto como lixo por todos. 
 
Talvez agora vc não tenha coragem de matar um vagabundo caso seja preciso, ou de chagar naquela gata, mas quando vc decide que vai começar a trilhar o caminho da masculinidade, a coragem vai aumentando em vc. O que vc precisa é dar o primeiro passo, e isso nos leva ao segundo item. 

CONTINUA...