quarta-feira, 15 de agosto de 2018

A Importância dos Bons Hábitos Cotidianos

Você aí, já parou para pensar no quanto a sua vida está andando para frente ou para trás nesse exato momento? Já pensou na sua rotina, em quanto isso está te levando a algum lugar, te fazendo evoluir como pessoa, ou talvez o quanto essa rotina esteja fazendo exatamente o contrário disso? Quando pensamos nos bons exemplos de pessoas que andaram por aí no mundo fazendo coisas importantes, nem sempre, ou quase nunca, consideramos o quão fundamentais esses pequenos hábitos cotidianos, feito dias a após dia impactaram na realização de grandes coisas, que normalmente julgamos como "feitos aleatórios" ou "golpes de sorte". Isso também nos leva a um outro aspecto importante do desenvolvimento humano num sentido bastante amplo, naquilo que antigamente chamávamos de "ganho ao direito de nobreza", termo ou qualidade essa difícil de categorizar e definir em palavras ou mesmo com exemplos nos dias de hoje. Bem, ao longo desse texto tentarei me fazer mais objetivo e já aviso de antemão aos politicamente corretos, afeminados, aos frágeis, sentimentais e facilmente injuriados que nem percam tempo lendo o resto, se poupem do constrangimento.


Sangue nobre não é feito com mágica, ou com horarias sociais sem sentido, mas com tempo, dor, sofrimento, disciplina e coragem!

Nos tempos imemoriais, no início de qualquer civilização, a nobreza ou o que hoje chamamos de "elite", sempre foi composta por uma singela parte da sociedade ao qual estavam inseridos, por homens (Männerbund) que segundo as lendas, tinham descendência dos próprios deuses olímpicos ou qualquer outra designação que possam ter recebidos em culturas diferentes. Eram seres especiais, que com toda certeza, não se misturavam com a ralé, ou seja, as pessoas inúteis e fracas, tanto espiritualmente quanto mentalmente. Ser da elite nesse inicio não era sinônimo de ter grandes posses materiais (dinheiro) mas sim de ter demostrado grande coragem, criatividade, descoberto coisas novas, de ter algum talento incrível e ter feito algo extraordinário pela comunidade, ou mesmo apenas pela própria família/clã. Estes homens tinham a honra de serem considerados por todos possuidores de um sangue melhor, e todos os seus descendentes também teriam essa honra.

Por esses feitos, estes homens nobres tinham mais direitos de posses que os demais da comunidade (seja posse material ou de mulheres) e assim, construiriam seus legados, tendo muitos filhos que carregariam seus sobrenomes e a vontade de vencer e dominar, com terras para cultivar e o desejo interno de descobrir e conquistar muitos outros lugares. Ou seja, o sangue nobre na antiguidade era CONQUISTADO e não apenas herdado, uma vez que mesmo esses filhos de um grande cara do passado, (que tinham um sobrenome de peso) mesmo esses, tinham que provar o seu valor, normalmente em batalhas, justamente para manter e reafirmar a nobreza desse nome. Sem essas provações, esse sangue deixaria de ser tão valoroso e perderia sua nobreza nas próximas gerações. A cobrança e a responsabilidade destes era ainda maior que a de qualquer outro homem naquela época. Sangue nobre era uma virtude adquirida com muito suor e sacrifícios pessoais em vários sentidos.

Com a passagem dos séculos, a gradual complexidade e acúmulo de riquezas da sociedade humana como um todo, provas de valor foram deixando de ser necessárias, pois a sobrevivência se tornou algo mais simples e ser da "nobreza" (agora entre aspas) seria simplesmente quem tinha herdado um sobrenome famoso, e não precisaria provar nada por esse título. Normalmente pelos feitos passados, essas famílias já acumulavam grande quantia de bens e dinheiro, que é o única coisa que importa no nosso mundo atual e que acabou sendo anexado ao sentido de "nobre". Lógico que com essa constituição dos fatos diferente de antigamente não era/é difícil pessoas de merda, que não passam de um peso na terra terem a honra de serem consideradas "elite", uma vez que elite é simplesmente possuir bens materiais, ou alguma fama estúpida.


GOT é um bom exemplo de como essa questão de sangue e nobreza funcionava. Isso é algo que fascina o ser humano e não é atoa que a série seja tão famosa. 

Outro fator importante para manter essa nobreza intacta no passado, e que também foi esquecido atualmente, era não misturar o sangue com qualquer outra porcaria de sangue, ou seja, buscar pessoas semelhantes em grandiosidade para os descendentes saírem cada vez melhores. Assim que se criou as "castas" superiores e inferiores. Os fracos, inúteis, preguiçosos e estúpidos só se misturavam com os seus pares, assim como os fortes, corajosos e honrados se misturavam com os seus. Raças diferentes não se misturavam, por questões óbvias de se manter a linhagem mais "pura" possível,  não existia esse papo politicamente correto de "multiculturalismo", que inclusive é um dos grandes maus da sociedade moderna. Podem pensar o que quiserem, mas raças diferentes agem e pensam de forma diferente, e isso é muito óbvio de perceber se vc for honesto o suficiente para fazer uma análise realista e masculinista das coisas. Multiculturalismo é uma praga que vem destruindo o ocidente, acabando com a identidade dos países e emasculando cada vez mais o homem moderno. Você não é obrigado e nem deve gostar ou achar bonito aquele seu vizinho macumbeiro/ubandeiro ou crentelho que tem uma vida e gostos totalmente diferente dos seus. As gordas e gordos não te representam, nem os esquerdistas/gayzistas e qualquer raça política militante de merda. Quem te representa são os de sangue igual ao seu, que sabem o que significa ser homem.

Esqueça de uma vez por todas esse papo esquerdista que "somos todos iguais" pq NÓS NÃO SOMOS TODOS IGUAIS! E se vc pensa que é, merece mais ir tomar no meio do cu bem longe do meu blog, cretino afeminado. Eu não sou igual essas gordas estúpidas que eu vejo diariamente que só sobem comer sebo e lavagem e ficar na frente de um celular/ tv feito um zumbi consumindo todo tipo de merda que a mídia joga para entreter essa massa de bonobos que temos aqui nesse balde de lixo que chamam de país. O povo brasileiro não tem identidade nem patriotismo exatamente pelo motivo de aqui ser um dos países mais miscigenados do mundo, inclusive esse fenômeno já foi obra de inúmeros estudos (ver estudo sobre miscigenação de Louis Agassiz) só que como falar sobre isso é politicamente incorreto, esse tipo de estudo não vem a tona para o público de forma imparcial, sempre tem aquele discursinho de atacar os autores de racistas loucos desumanos, sendo que o racismo propriamente dito é uma caraterística inerente ao homem por questões óbvias de instinto de sobrevivência. Nenhum homem que tenha colhões se sente confortável num ambiente multicultural, onde vê muitas manifestações distintas de coisas que não lhe são comuns, todo homem sabe instintivamente que essa misturança é a ruína dos seus próprios genes, como a história já provou e prova ciclicamente.  Por isso esse lugar é um lixo, terra fértil para todo tipo de filho da puta malandro, vagabundo e corrupto pq ninguém se vê representado em ninguém, é cada um por si e foda-se o resto. Isso que o estudo do sujeito ali em cima previa para esse país inclusive.

Bem, como tudo que começou lá no inicio da civilização, a nobreza também foi descaracterizada e se tornou outra coisa, mas nós do Complexo de Hércules não somos idiotas e sabemos distinguir as coisas, e também buscaremos a nobreza, mas a nobreza real no seu sentido mais tradicional e honrado, o que nos levará a ter coisas e realizar grandes feitos para os nossos pares.

Passada essa pequena introdução você de estar se perguntando "mas o que diabos isso tem haver com a questão da rotina e bons hábitos que eu falei lá no incio?". Na verdade se você fosse um cara esperto e minimamente viril já teria entendido onde eu quero chegar. Seus hábitos diários são precisamente o que você é, o que você gosta e o que você se tornará num futuro não tão distante. São a materialização das suas aspirações e pensamentos. Talvez você nunca tenha pensando por esse ponto de vista essa questão mas ela é bem real e faz todo sentido. A partir dos seus hábitos diários você pode recuperar ou adquirir e nobreza que foi perdida e transformar seu sangue em algo melhor que esse amontoado de merda que vemos espalhados por toda a parte e em todos os lugares. A sociedade é sim complexa de mais hoje, dependemos de várias e várias maneiras do "sistema" para sobreviver e ter uma vida relativamente normal e saudável, não podemos simplesmente se exilar e viver como eremitas das montanhas (infelizmente), mas ainda podemos fazer algo, pq aqui no blog já aprendemos a ter algum tipo de conhecimento estoico inconscientemente como pano de fundo, que nos lembra que somos os únicos responsáveis pela nossa própria tristeza ou felicidade ou seja, pelo nosso destino. Como um homem que busca evoluir na vida vc entendeu que tem o controle da vida nas mãos, por mais que tenha que fazer coisas que não goste para sobreviver, ainda pode fazer algo e isso começa pelos pequenos hábitos.

Nas culturas pagãs (sim, esse é um blog que propaga o paganismo, caso não tenha notado ainda) os deuses além de criarem tudo que existe, desde a terra que vivemos e os homens, também eram criaturas que representavam virtudes e vícios humanos, que estão presentes no nossos arquétipos do inconsciente coletivo (leia isso, é sério). Por isso coragem hoje significava a mesma coisa que a 5000 anos atrás, pq é algo que está no inconsciente do ser humano e nós admiramos essa virtude desde sempre, pq ela faz/fez nós termos uma vida melhor e mais confortável. Ou seja, existia os deuses que representavam a coragem, força, a sabedoria ancestral, a paciência, e fúria em combate, a lascívia, enfim, todas essas vontades e desejos humanos eram representados por alguma entidade superior que não conviviam com o ser humano comum, eram de uma estirpe melhorada, e só alguns poucos homens ou mulheres com muito potencial ou forjados por disciplina, tenacidade mental e provações infernais tinham a chance de ter algum tipo de relacionamento com estes, isso segundo as lendas nos contam. Inclusive no cristianismo o maior homem de todos para essa cultura, é um filho direto do próprio Deus. Essas lendas também sempre contam que alguns homens comuns, ou nem tão comuns assim, tiveram a honra de sair do plano terreno e ir viver no meio dessa elite, na totalidade dos casos, fazendo coisas épicas e grandiosas na terra, demonstrando grande valor e coragem. É o caso do próprio Hércules, conforme já contei em posts passados ou dos guerreiros que sonhavam morrer em batalha para atravessar os portões de Valhala.




A importância que se dá a cada um desses deuses que representavam esses arquétipos variavam de acordo com a inclinação que cada povo tinha para determinada atividade. Uma sociedade de pilhagem e guerra constantes como a Viking tinham deuses guerreiros ultra viris que conquistam tudo a força e brutalidade como Thor e Odin em mais alta conta, assim como animais caçadores e violentos (xamanismo)  pois estes representavam a essência da existência desse povo. Enquanto que Gregos, ainda que venerassem muito esses deuses de qualidade exclusivamente guerreira e masculinas, pois ainda eram um povo patriarcal que vivia em constantes guerras, também tinham deusas como Atenas muito veneradas, que também representava a razão e raciocínio. Já na nossa sociedade matriarcal, passiva e pacifista, o deus venerado é basicamente um andarilho que sofreu na mão de todo mundo e não reagiu, aguentou tudo passivamente calado, filho de uma mulher que é maior que o próprio deus, nascido no meio de um emaranhado de diferentes culturas e raças, que dizia que todos eram iguais, mesmo que fossem assassinos sem escrúpulos, covardes desonrados e semelhantes. No nosso caso, ser passivo, achar bonito a miscigenação, ser dependente de uma "entidade superior que cuida de nós" e emasculado que aguenta todo tipo de merda calado e espera uma "providência divina" são virtudes. Naturalmente que uma sociedade esquerdista matriarcal como a nossa teria a passividade, promiscuidade, covardia, vagabundagem e homogeneidade como caráter principal. O estado é a única entidade que representa alguma coisa, sem representar nada, pois não nós é permitido nos fecharmos em clãs com membros semelhantes, afinal isso seria é "racismo", "neonazismo", fascismo, guerrilha, etc. A associação de homens altamente qualificados pela disciplina e tenacidade, corajosos e fortes, que lutam por um bem em comum num clã altamente fechado e segregacionista (Männerbunds), que basicamente foi o que construiu as civilizações, não tem como existir na sociedade atual, pois ela é totalmente ao avesso e contra esse tipo de pensamento, afinal "somos todos iguais" filhos de uma mesma mãe (estado ou igreja).

Sabendo dessas coisas, é o nosso dever tentar elevar o nosso sangue a nobreza por nosso próprio mérito, ainda seguindo as virtudes que eram importantes para os homens de verdade nessas culturas pagãs e seus clãs. Por isso você que está lendo isso vai começar (se ainda não começou) a aprimorar suas virtudes viris, mudando seus hábitos para elevar pelo menos um pouco sua existência nessa terra. Você vai começar a honrar o legado e o sangue, trabalhar duro sem se queixar feito uma putinha, vai ser um cara de valor e vai parar de se misturar com lixo. E quando digo lixo digo de todo tipo de pessoa que não tem as mesmas aspirações que vc, não se cuida como vc se cuida e não te agrega em nada, nem te faz querer evoluir e nem querer conquistar as coisas. Sim paspalho, vc vai começar a parar de andar com seus amigos vileiros e com essa baladeira que só te suga energia e dinheiro. Como eu já disse aqui no blog, atraímos pessoas parecidas a nós mesmos e se vc está rodeado de merda, provavelmente vc seja uma merda também, a não ser que comece a fazer algo para mudar isso agora mesmo. Lembre-se, o mais importante em qualquer coisa que seja é e sempre vai ser a mentalidade e você se tornar um homem de gênio e por mais imprestável que vc seja há a possibilidade de mudar, desde que vc pense da maneira correta e lógico, faça alguma coisa em prol disso. Só de vc estar nesse blog lendo isso já é sinal que vc pensa e busca algo diferente.

Os espartanos no auge da sua civilização eram EXTREMAMENTE DISCIPLINADOS, estoicos, anti-frágeis, eugenistas (como eu já disse, esqueça toda essa baboseira politicamente correta que vc ouve por aí) e por esses motivos, eram um povo vencedor (e altamente belo) que dominava toda a Grécia. Eram descendentes do povo dórico (bárbaros extremamente sanguinários e bons em batalha) e seus primeiros reis diziam-se que eram da tribo dos heraclidas. Ou seja, os espartanos eram descendentes do próprio Hércules, dada e sua destreza e grandeza em vida. Mas o que fazia eles se distanciarem do resto dos povos da Grécia se resumia grandemente em 3 fatores fundamentais:

1- a disciplina militar/estoica imputada pelas leis de Licurgo que se fazia necessária pois Esparta vivia em guerra constante a muitos e muitos anos;
2- a manutenção de uma linhagem sanguínea com pouca ou nenhuma miscigenação;
3- a devoção extrema aos deuses, ou seja, espiritualidade elevada, muito maior que do Grego médio naquela época.

Correndo o risco de cair naquele velho clichê, mas o povo de Esparta foi tão grandioso pq foi forjado na guerra e pela guerra constante (pesquisar sobre as guerras Messênias). Sem essa fator fundamental talvez não tivessem tido a necessidade de ter implantado tão rigidamente as leis de Licurgo. Isso nos leva a primeira lição que temos que ter em conta se quisermos sair da mediocridade latente e começar a galgar lugares mais elevados, a de não temer desafios ou conflitos, e saber que só passando por esses desafios é que evoluímos. Quando digo desafio, vc pode por qualquer coisa que te assuste fazer, que te coloque numa situação de desconforto, que te obrigue a agir de alguma maneira. Você precisa se por a prova, ou melhor, você precisa aprender a querer e gostar de se por a prova para galgar melhores coisas na sua vida. O gosto pelo desafio, para poder provar que você não é só mais um macaco médio irá operar milagres na sua vida, assim como era com os guerreiros espartanos que tinham como maior honra e desejo da vida, morrer no campo de batalha. Você precisa aprender a gostar disso, gostar de resolver problemas e de ter alguma coisa para fazer.

Lógico que esse é um condicionamento mental inicial, que vai te colocar em uma posição menos acovardada e menos passiva, que é exatamente o que nós queremos. Homens são passivos e facilmente controláveis hoje pq tem medo de se expor, tem medo de errar e arriscar, sendo que muito raramente se expor a desafios será um risco real de vida, como era no passado. Falhamos. Observe a sua volta, e veja como o fulano comum age, sempre fugindo de responsabilidades, deixando para depois, não consegue olhar nos olhos, não se expõe muito e nem se esforçando muito, basicamente segue o fluxo. Isso é ser ralé, esse tipo de gente achamos em qualquer lugar e você não quer fazer parte disso. O que eu chamo de ralé aqui não tem tanto haver com raça/cor, apesar que eu estou convencido que ela influencia sim (lembrando que eu não sou branco). Você não precisa fazer parte disso, você pode ser melhor. A partir de agora você vai parar de deixar as coisas que você tem que fazer para depois, vai parar de dizer que não consegue fazer alguma coisa que vc sabe que consegue, vai parar de fugir e ser bunda mole e vai provar toda hora que você é melhor que a massa de eunucos por aí. O desafio para você vai ser uma honra, uma glória e oportunidade única de mostrar que sim, você tem valor e as pessoas precisam saber e reconhecer isso.


O poder do xamanismo. 

Como eu disse, esse é o primeiro passo e um condicionamento mental inicial, mas sem materializar essa ideia com atitudes reais cotidianas, nada vai mudar, você só vai cair uma ilusão de desenvolvimento criada pela dissonância cognitiva. Então, o que você deveria fazer parar materializar essa ideia? Bem, vcs já devem ter percebido que esse blog gira em torno, entre outras coisa, do treinamento físico, e assim como para os espartanos, essa faceta é simplesmente primordial. Imagino que a maioria dos meus leitores já treinem, é o mínimo razoável que se espera de qualquer cara com bolas no meio das pernas. Então você precisa treinar mais, se esforçar mais, ser mais ascético. Quanto mais eu treino, mais eu sigo certo na dieta que eu estabeleci, mais distante eu me sinto e sei que estou das pessoas comuns, seja pelo esforço mental diário, e pelo ganho de força sobre humano. Assim é com os soldados de elite desde sempre, as provações que eles se submetem e suportam fazem eles entenderem e acreditarem que já não fazem parte da massa comum, sua estirpe é melhor. Esse é um aspecto que você tem o total controle e só não faz se não quiser. Comece e sair da mediocridade construindo um corpo acima da média, mais forte, mais disposto, mais bonito com o suor do seu rosto.

E lembre-se também que:

"Existe uma crença popular de que os homens de grande eminência intelectual são geralmente de fraca constituição e de uma disposição seca e fria. Pode haver casos assim, mas acredito que a regra geral seja exatamente o oposto. Esses homens, até onde a observação e a leitura se estendem, são geralmente mais viris e geniais do que a média, e pela ajuda dessas próprias qualidades, obtêm uma ascendência reconhecida. É um erro grande e comum supor que os altos poderes intelectuais são comumente associados a estruturas insignificantes e pouca força física. Homens de eminência notável são quase sempre homens de vastos poderes de trabalho. Aqueles entre eles que caíram em formas sedentárias, muitas vezes surpreendem seus amigos por seus feitos físicos, quando por acaso estão no clima de um passeio de férias. 

O Clube Alpino contém um número notável de homens de distinção literária e científica justa; e estes estão entre os mais fortes e mais ousados ​​dos alpinistas. Acredito, a partir de minhas próprias lembranças dos corpos e energias de meus contemporâneos e amigos de muitos anos em Cambridge, que a primeira meia dúzia de homens de classe em clássicos ou matemática teria espancado, fora de qualquer proporção, a última meia dúzia de homens de classe em qualquer tentativa de força física ou resistência. A maioria das notabilidades tem sido ótimas comedoras e excelentes digestores, seguindo literalmente o mesmo princípio de que o forno que pode elevar mais vapor do que o normal para um de seus tamanhos deve queimar mais livremente e bem do que é comum. A maioria dos grandes homens são animais vigorosos, com poderes exuberantes e extrema devoção a uma causa. Não há razão para supor que, na criação para a ordem mais elevada do intelecto, devamos produzir uma raça estéril ou fraca'. (Galton)

Minha rotina de treinos hoje se resume em dois treinos diários, uma as 6 horas da manhã que eu basicamente faço exercícios de peso corporal com pesos anexados e outro a noite, depois do meu último aluno, que eu treino para força bruta como eu já relatei em inúmeros tópicos. Isso me dá, descontando sábado e quarta que faço só um treino, e domingo que não treino por enquanto, 10 treinos na semana, com pelo menos 3 hrs diárias na academia me fortalecendo. Minha vontade de treinar e sair da média é maior que a vontade de ficar em casa dormindo, ou achando desculpas, cansaço, doenças e machucados para faltar. Quanto melhor eu fico nisso, mais raiva e desprezo eu sinto pelo chimpa médio que vai lá desperdiçar o tempo fazendo exercícios fáceis em máquinas confortáveis com a cara enfiada numa maldito celular e falando asneiras com os amigos retardados. Quanto mais eu treino e me esforço, menos eu quero sair por aí curtir atoa pagando de bombadinho com pessoas feias, fora de forma, gordas e escrotas que não sabem nem o que é testosterona. Cada dia menos eu quero andar com pessoas que não me agregam em nada, justamente para não desperdiçar todo o meu trabalho duro e condicionamento mental diferente, prefiro ficar num quarto olhando pra parede do que ser visto com esse tipo de pessoas. E por mais que eu quisesse fazer parte dessa festa e confraternização generalizada, eu não conseguiria, pq essas pessoas pensam totalmente diferente de mim. Como eu disse, não sou igual e esses indivíduos e vc também não vai mais ser. Meu espírito e colhões pedem mais.

A testosterona tem um papel importante nisso tudo. Como eu já alertei aqui, a testosterona aliada a um condicionamento mental correto e ligada a coisas genuinamente masculinas farão você ser uma nova pessoa, literalmente. Então se vc tem condição, use testosterona. Não pense tanto nos ganhos estéticos que ela poderá te dar, mas sim na sua qualidade de vida e capacidade de pensar de uma forma mais tribal que ela lhe proporcionará, e no aumento de força funcional. Eu tenho nojo de desgraçados emasculados que pagam de machão mas se depilam e usam roupas de boiola na academia ou balada, que vão treinar só para inchar o bracinho, mas não tem força que se aplique eficientemente para nada fora de um ginásio, só servem para tentar impressionar meia dúzia de vileiras nessas festinhas estúpidas. Eu treino a mais de 10 anos, 2x por dia mas não faço parte desse mundo ridículo fitness ou da musculação convencional onde os caras treinam para aparecer para as outras pessoas, normalmente outros caras. Minha guerra é contra mim mesmo, eu busco ter uma força absurda mas funcional, que me sirva de algo fora da academia também, e que me de uma aparência assustadora, que afaste todo tipo de cretino mongolóide e vadias ególatras.

Esse é o objetivo, mental, físico e estético. Nada menos que isso. 
Eu não me permito faltar, por mais preguiça que eu esteja ou por mais machucado que eu me sinta. Não se permita ser fraco também sucumbindo ao conforto momentâneo. Pense nos seus antepassados e na vida miserável que eles tinham, será mesmo que vc não consegue acordar mais cedo e treinar como homem, e depois que você cumpriu suas obrigações, treinar de novo? Será que você não consegue largar esse doce que te deixa mais afeminado, gordo e idiota e ir comer comida de predador de verdade, ou ficar sem comer? Se for para comer a mesma lavagem que todo mundo chama de comida é melhor ficar sem comer. Honre as calorias que vc ingere, treinando feito louco, saia da média por mérito próprio. Ninguém te deve nada e ninguém vai fazer nada por vc. Ninguém se importa e só vão se importar com vc na hr que perceberem que vc não faz mais parte da média, que vc tem alguma coisa a mais. E acredite, esse dia vai chegar, se vc tiver bolas para suportar toda a fadiga mental e física que é preciso.

Para de andar com cretinos que não tem nada de bom a te oferecer, diga não a comida e coisas estúpidas afeminantes que apenas satisfazem a sua criança interna. Não ande por aí e nem fale atoa com pessoas que vc não tem em alta conta, se de valor. Pare de assistir esse youtuber imbecil e vá ler algum livro que fale da vida de homens de coragem que não tinham medo de morrer. Pare de assistir comédias românticas gays e stand up imbecis e veja filmes  que falem de guerras, honra, sangue, morte, vitória, superação, sexo com mulheres e coisas viris. Pare de escutar música suave e ouça coisas agressivas que te motivem a destruir tudo na sua frente. Conheça a história do seu sangue e honre toda merda que seus antepassados tiveram que passar. Para de esperar do mundo alguma coisa e faça por conta própria e se não conseguir, insista até conseguir. Mude toda sua vida e não veja nem consuma mais nada que seja desvirilizante ou te afaste do conceito de Männerbund, seja filme, livro, comida ou o que for. Com o tempo esse conceito vai ficando mais cristalizado no seu consciente e vc vai encontrar meios de criar o seu próprio clã. Comece a imputar direta e indiretamente esses idéias nas pessoas que vc considera que as coisas vão acontecer. 

A partir de hoje você vai começar a depender menos dos outros e para fazer isso vai precisar de dinheiro. Gaste no que for realmente necessário, mas nem que vc passe fome, de um jeito de guardar algum dinheiro todo mês. Essa será mais uma regra que você vai seguir. Não se preocupe tanto lá pra frente em quanto vc terá, apenas guarde tudo que vc conseguir. Esse dinheiro extra vai te dar liberdade para fazer mais coisas, e poder ter uma vida mais genuinamente sua, parando de fazer coisas que todo chimpa médio faz para tentar entreter a mente vazia que eles tem. Por isso, tão importante quanto o treinamento físico, o treinamento mental é importante.

Porque todo chimpa médio não consegue ficar muito tempo sozinho e só faz as coisas se os amiguinhos estiverem junto? Porque ele é tão facilmente influenciado por modismos e pela conversa politicamente correta? Pq tem uma mente fraca que não pensa direito, busca toda hora conforto e satisfação dos prazeres. E assim como o exercício físico deve ser sofrido para dar resultados sólidos, a mente tem que ser submetida a algum tipo de exercício desconfortante para funcionar cada vez melhor. Ou seja, eles tem uma mente indisciplinada que poderia ser simplificadamente explicado como uma mente que não consegue manter-se focada em alguma tarefa específica por muito tempo (principalmente se essa tarefa exigir muito raciocínio). Ela precisa e exige ser entretida com coisas superficiais que dão prazer instantâneo a todo momento, não conseguem se aprofundar em alguma questão pq fazer isso é uma espécie de tortura para quem não tem disciplina. Eternas crianças. Devido a esse tendência a vagar superficialmente sobre infinitos temas e assuntos, quando o sujeito se encontra na solidão, sozinho acompanhado apenas da própria companhia, ele se sentirá extremamente ansioso, frustrado, deprimido e entediado, pq ele não suporta a própria cabeça pq não tem o costume de raciocinar e disciplina-lá para que ela se acalme e pare de pular de assunto em assunto como macacos pulam de galho em galho e pense em coisas interessantes. Por isso o brasileiro médio fala tanto, e em 99% dos casos só fala merda, pois ele precisa de algum jeito dar vazão para essa cabeça psicótica e doente.

Por isso eu sugeri acima que vc simplesmente para de ver essas coisas estúpidas tipo youtubers e comédias, pq vc precisa disciplinar a sua mente e aprender a raciocinar. Como se faz isso? O treinamento físico para força bruta já é uma excelente maneira de melhorar a capacidade de concentração e de lidar com desconforto mental, pq treinando para isso vc trabalha mais o SNC do que os próprios músculos. Sua tenacidade aumenta muito pq vc simplesmente treina para deixar os impulsos da sua mente mais poderosos. Por isso, em hipótese alguma, deixe de treinar. Esse é um elo primordial na masculinidade. Inclusive a testosterona que vc deve usar sim, melhora a capacidade da nossa mente de manter o foco, pq predadores que tem altos níveis de T são focados. Uma coisa puxa a outra. Pare de ser tão superficial e seja mais masculino mantendo o foco nas coisas que vc precisa fazer.


Männerbund

Enquanto o chimpa lê 50 tons de cinza vc vai ler Nietzsche e quebrar a cabeça para entender o que ele quer dizer. Enquanto o chimpa lê auto ajuda vc vai ler Jung para entender melhor a psicologia humana. Vai ler os clássicos mais densos, ver filmes com enredos mais complexos que girem em torno de temas masculinos, não vai ver só filme de heróis da Marvel. Seus problemas vc vai solucionar por conta, indo atrás das respostas. Na faculdade vc não vai copiar nada e vai desenvolver as próprias soluções com base naquilo que vc precisa estudar. Vai ler e raciocinar os dois lados da moeda e vai tirar as próprias conclusões. Isso serve para vc que gosta de estudar teologia mas estuda apenas os livros que o pastor ou padre ou seja lá quem te recomenda. Eu fiz isso e abandonei muitas crenças que eu tinha como certas, simplesmente pq resolvi ler sobre o outro lado da história. Você vai aprender a pensar para começar a apreciar a própria companhia e não sentir falta nenhuma de não se misturar com as demais pessoas. Assim vc não vai sentir vontade de sair encher a cara todo final de semana, de faltar o treino no meio da semana para ir no "happy hour" fazer uma média com a gordinha que nem te dá muita moral no serviço.  Esqueça esse papo de "socialização", essa é uma palavra inventada por cientistas sociais para por na mente do beta que eles também tem alguma importância para alguém, mas não, não tem. O que você precisa ser o cara que resolve problemas, que sabe raciocinar, que faz o que precisa ser feito, que sabe usar da criatividade na hora que ninguém sabe o que fazer, o cara que tem colhões para o enfrentamento. Desde que vc seja proativo e realmente resolva os problemas, desde que as pessoas te vejam como um porto seguro, não há a necessidade de socializar, todos vão te respeitar igual e até mais, já que vc acaba sendo pouco disponível. Quer ser respeitado, seja ocupado de verdade se ocupando oras, e esqueça toda essa merda de sedução e conselhos PUA de se fingir de ocupado. Quanto mais você treinar a sua mente e corpo, quanto mais T tiver correndo nas suas veias, mais essas características vão aflorar em vc, então, tudo que você precisa vc tem nas suas mãos, só precisa conduzir a sua vontade na direção certa e aprender a gostar do desconforto, pq é ele que vai te tirar da média e te levar a nobreza.

E antes que alguém interprete errado, essa questão da não socialização não tem nada haver com ficar enfiado dentro de um quanto final de semana inteiro jogando video-game. NÃO, SEU FILHO DA PUTA! Jogue fora essa merda caso você pesse mais que 2 horas por semana jogando. Você não vai fazer média com o chimpa médio, mas vai fazer alguma coisa, seja treinar (principalmente), sair por aí destruindo coisas, estreitando seus laços com pessoas que valem a pena, enfim. Não existe nada mais anti masculinidade que ficar num quanto jogando joguinhos estúpido o final de semana inteiro enquanto a sua vida escorre pelo ralo. Entretenimento desse tipo pode até ser útil e válido, quando vc já fez tudo que precisava fazer, já treinou e ergueu toda merda pesada que precisava ser erguida e agora vc precisa de um descano sem pensar em nada, e tendo jogos certos como GOW, até seu entretenimento menos viril vai ser viril. Mas não pesse nisso mais que 2-3 horas semanais, se não logo suas bolas vão começar a atrofiar. Homens precisam de movimento para se manterem saudáveis, grave bem isso e nunca mais esqueça.

Sempre com a T no alto... 


Continua ... 

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Princípios básicos de Brooks Kubik - PT2

Depois de um tempão com o blog parado, estou voltando as atividades. Como sempre digo, vou tentar manter uma certa constância nas postagens, mas também não garanto nada. Uma coisa é certa, o blog continuará por muito tempo, então sempre voltem aqui para conferir, pois tenho muitas coisas para compartilhar e novidades intrigantes aconteceram que logo vou relatar na minha série sobre a T. Mas por enquanto, vamos prosseguir com os princípios do Kubik sobre o treinamento real, pesado e funcional.

Continuemos com o treino pesado, paspalhos. 

ELEMENTO Nº 5 - PROGRESSÃO


Se permanecer na zona de conforto, não haverá evolução NUNCA!

Esse é um elemento extremamente importante e extremamente esquecido pelo "bro" médio de academia, seja por ignorância ou seja por pura falta de colhões mesmo. Kubik fala que essa progressão é PRINCIPALMENTE aumento de peso na barra sempre que possível. Se você tem como objetivo fazer 5x5 com 200kg no agacho para o treino de hoje, e conclui esse objetivo, pq fará novamente 5x5 com 200kg no próximo treino? Porque vc é maricas? Se bateu seus objetivos, fez as repetições planejadas com o peso planejado, preferencialmente AUMENTE O PESO,  ou então, aumente as séries ou as repetições com esse peso, enfim, mas aumente alguma coisa para o próximo treino. Progressão é um dos aspectos mais importantes do treinamento resistido e um dos mais negligenciados por causa do mito constante do "overtraining" rondando as academias e da pura falta de bolas dos cretinos médios que não sabem pq não crescem e não ganham mais massa.

Um exemplo simples de como fazer essa progressão é, meu treino nos próximos meses será 5x3 nos levantamentos básicos (terra, agacho e supino), vamos pegar o terra pro exemplo aqui, com 220kg. Nos primeiros treinos eu só consigo fazer as 3 reps nas primeiras 3 séries, nas ultimas 2 eu só consigo 1 rep. Nesse caso, vc não aumentará o peso, mas pode ocasionalmente, aumentar a dificuldade do exercício, fazendo ele sem cinto, sem straps ou de um ponto elevado, aumentar essa dificuldade fará com que o exercício convencional se torne mais fácil e é uma forma de progressão também. Logo vc conseguirá bater as 5x3 com 220kg. Quando isso acontecer é hora de tomar uma decisão que seguindo o principio dos dinossauros preferencialmente deveria ser aumentar o peso uns 10% pelo menos e definir novas séries e reps, ou caso vc ainda ache muito difícil esses 220kg, pode aumentar as suas repetições a cada série, 5x5, 5x6, etc (lembrando que dinossauros não treinam para muitas reps) e aumentar o peso quando atingir essa nova meta, onde vc sentirá esses 220kg mais fáceis de lidar, ou quan sabe agora tentar as 5x3 sem straps ou cinto daí sim aumentar a carga. Esse felling do que fazer vc vai descobrir treinando e ouvindo seu corpo mas a questão principal aqui é que dinossauros sempre estão atrás de progressão, seja lá como for.

Nosso corpo tem uma coisa chamada homeostase e se vc fizer sempre a mesma coisa treino após treino, por mais difícil e hardcore vc ache que seja, vc não vai crescer e nem ficar mais forte, pq nos adaptamos rapidamente ao exercício e a dificuldade. Por isso treinos mais difíceis e progressão de cargas são fundamentais, para te retirar da homeostase, ou colocando de uma forma mais precisa e direta, te retirando da porra da zona de conforto que temos a tendência de criar em tudo que fazemos.

ELEMENTO Nº 6 - ESQUEMA APROPRIADO DE SET/REP



Fisioculturismo ... 

Powerlifting...

Levantamento de peso Olimpico (LPO) ...

Fisioculturismo ... 
Powerlifting ... todos treinam de maneira consideravelmente diferente, porém tem físicos incríveis. A única semelhança é o trabalho duro. "hur dur, 3x8 pra crescer, 4x10 pra secar, hurr durr fez só 3 tá treinando errado, hurr durr..." 

Complementando o ponto anterior, saber qual esquema de repetições e séries é o melhor para vc também é extremamente importante. O que funciona para mim, pode não funcionar para vc também nesse quesito de número de repetições por série e quantas séries serão feitas. Por isso mais uma vez, copiar treinos da internet é extremamente estúpido. Eu sou um cara alto, e absolutamente não me dava bem com os esquemas tradicionais de 3x10-4x8 que normalmente são passados nas academias e é onde a maioria das pessoas começa. Por acreditar que essa é a única "fórmula" para crescer, o fulano médio passará todo o resto da sua existência fazendo esse mesmo esquema, sem nunca tentar nada diferente que possa surtir melhores resultados, simplesmente pq não pensa por conta própria e acredita em tudo o que os outros falam para ele. Não duvido que existem pessoas que se dão muito bem com esse esquema, com certeza isso é uma realidade, mas vc pode, e provavelmente não é se não está vendo muito progresso nos seus treinos, uma dessas pessoas. Os caras não tentam coisas diferentes pq simplesmente aprenderam em algum lugar em Nárnia que se não fizer 4x8 em tudo, estará treinando errado. Isso é extremamente imbecil e cretino, fruto da falta de masculinidade geral da nação.

Eu sou um defensor do treinamento de alta intensidade (cargas pesadíssimas) e alto volume, porém não me dou muito bem também com singles ou duplos. O esquema que mais funciona para mim são reps pesadas 80% + com 3-4 reps, em séries que variam no meu nível de cansaço no dia, podem ser 3, 5, 8, até 10, mas pelo menos sempre mais que 3 séries. Aí onde me dou bem e senti a melhor evolução, mas com certeza isso pode não ser efetivo para vc. Tem pessoas que se dão bem com singles, com reps mais altas e menos séries, enfim... descubra qual a melhor forma de treinar para vc, pois não existe uma maneira perfeita, imutável e definitiva que serve para todos os seres humanos do universo, entenda isso de uma vez por todas. Usando as próprias palavras do Kubik:

Todos os caras nos exemplos anteriores estão cometendo o mesmo erro: estão seguindo um esquema de sets/reps que funciona para outra pessoa, mas pode não trabalhar para eles. Quando se trata de séries e repetições, você precisa determinar o que funciona melhor para você, não o que funciona melhor para alguém a quem você respeita ou cujas opiniões parecem fazer sentido para você. Seja um homem. Homens pensam por si mesmos. Homens tomam suas próprias decisões independentes. Use isso para definir o esquema de repetições que funciona para você - e tenha a coragem de dizer "NÃO, OBRIGADO!" a todos e quaisquer outros cronogramas de treinamento propostos". 


ELEMENTO Nº 7 - BARRAS/HALTERES MAIS GROSSOS


Este homem da direita levantou 330kg com uma mão. Old School é o que há, jovens ...

Este é um elemento completamente esquecido nos dias atuais, usar as barras mais grossas. Seja pela dificuldade de encontrar equipamento (principalmente se tratando de brasil) seja pela tendência de tentarmos facilitar as coisas. Se vc já treina adequadamente a algum tempo, já deve ter notado que, por exemplo, fazer um levantamento terra usando straps é uma coisa, sem usar straps é outra absolutamente diferente, devido a dificuldade muito maior de segurar a barra com as mãos "nuas". O exercício fica muito mais difícil, e a sensação de dificuldade extremamente maior, mesmo para pesos que são leves se usássemos straps. Assim como rimos dos paspalhos que começam hoje na academia e usam luvinhas para não machucar as mãozinhas macias, os dinossauros riem de nós por usarmos straps em levantamentos pesados.

Eu sei qual é a realidade do brasil, e seu que encotrar equipamento apropriado é extremamente difícil aqui, mas caso vc treine em uma academia que tenha halteres/barrar mais grossas que o normal, USE!.

Recentemente Cailer Woolan postou um vídeo no youtube explicando qual o segredo para ter uma "pegada" ou "aperto" tão bom quanto o dele, já que em competições ele nunca deixou o peso escapar das mãos. Resumidamente ele disse para simplesmente abandonar definitivamente os straps, até no seu treino complementar. Ponto. Se vc não tem acesso a barras mais grossas, pelo menos abandonar o strap vc pode, então, comece hj mesmo a treinar sem straps. Eu sei muito bem que isto será um tiro violento no seu ego, sei pq passei por isso, mas valerá o esforço e o constrangimento, pois seu aperto se tornará insano, igual ao dos mecânicos que passam o dia todo apertando parafusos. Quem já apertou a mão de um mecânico das antigas sabe o que eu estou falando. Quer se tornar um dinossauro, abandone o uso dos straps.


ELEMENTO Nº 8 - "GRIP WORK"



Um homem de verdade tem o objetivo é entortar barras sem uso de straps...

Se isso eventualmente acontecer no processo, não precisa chorar. 

Esse elemento é um complemento do anterior. Tão importante quanto treinar qualquer outra parte do corpo como pernas ou ombros, o treino de "pegada" ou antebraços não deveria ser negligenciado de forma alguma, principalmente se vc almeja uma força real e FUNCIONAL dentro e fora da academia. Paspalhos que só treinam por estética não se importam muito com isso é claro, e fazem no máximo umas roscas inversas com algo um pouco mais pesado que uma barra vazia. Dinossauros treinam antebraços e pegado de forma consistente, sem frescuras, pinçando e segurando coisas extremamente pesadas pelo máximo de tempo possível.

Mais uma vez, sei que as academias no brasil carecem de equipamentos como alguma coisa para fazer "farmers walk" que é excelente para o trabalho de pegada, mas alguma coisa pode e deve ser feita, por mais sem condições que vc ache que está. Monkey pullups são divertidos de fazer e ótimos para pegada, serrote SEM STRAPS!, colocar 10% a mais de peso na barra que vc faria o terra e segurar o máximo de tempo que vc consegue, sem usar pegada mista o a hook, fazer roscas inversas com pesos realmente pesados e não aquela merda que todos fazem nas academias e vc sabe muito bem do que eu estou falando, enfim... pense fora da caixa e comece a treinar sua pegada e antebraço o quanto antes se quiser se tornar um maldito dinossauro.


Mantendo a tradição do blog.

CONTINUA ... 

terça-feira, 6 de março de 2018

Princípios básicos de Brooks Kubik




Existe muita coisa escrita sobre treinamento aí pela internet, e a maioria dessas coisas é uma grande merda, cheia de cientificismo, estatísticas, dados, Ph.D´s renomados, mas resultados reais que é bom, nada. Por isso eu sou um cara que gosta de voltar ao básico, pq o básico sempre funcionou e funcionará. Treinos extravagantes da moda existem a centenas de anos, só foram remodelados com nomes chiques a adaptados para academias modernas e para a condição deplorável do frágil praticante médio, maquiadas com slogam moderno da mais a nova descoberta da ciência do esporte, e claro, a promessa de resultados rápidos com o mínimo de esforço.

Você que está lendo isso agora talvez já tenha sido enganado por alguma conversa dessas, de um treino milagroso, feito não mais que 3x na semana (lembrem-se, precisamos evitar o overtraining) que faria milagres por vc, te tornaria no próximo Dan Green em menos de um ano, vc criaria músculos e força invejáveis. Aí vc seguiu o protocolo a risca e notou que as coisas não aconteceram da maneira como prometido, o shape não veio, a força aumentou muito pouco, e a frustração e o desanimo foram grandes e vc desistiu de tudo, novamente. Logo e única resposta possível era que a sua "genética" não era favorável, por isso vc não obteve bons resultados, fora o detalhe de que lhe disseram que é preciso CAMINHÕES de drogas para conseguir resultados significativos.

Pois bem, essa é a realidade CRUA nas academias pelo brasil e mundo a fora. O praticante médio é uma figurinha caricata, que quer o máximo de resultado, no menor tempo possível, com o mínimo de esforço. Eles querem virar o o próximo campeão do Arnold Classic treinando 40 minutinhos a cada dois dias, fazendo seus treinos majoritariamente em máquinas, esteiras e algum outro equipamento afrescalhado, suando pouco para não constranger os outros frequentadores da academia com ar condicionado. Pois deixa eu dar uma noticia para vcs, ACADEMIA NÃO É UM LUGAR QUE VC DEVERIA IR PARA SE SENTIR CONFORTÁVEL, SE SENTIR DE BEM COM A VIDA, SE SENTIR "FITNESS"! Se vc tem essa ideia, por favor, se atire do primeiro prédio que vc encontrar. Academia é um lugar aonde vc deveria ir sabendo que vc vai SOFRER, PASSAR MAL, USAR O MÁXIMO DE ESFORÇO PARA MUITAS VEZES SER DERROTADO, constrangendo os demais com a sua insanidade e prazer em sentir dor, é uma guerra contra os pesos e contra a vontade inerente do seu corpo e mente de permanecer em repouso e na zona de conforto. Essa é a mentalidade que vc precisa para sair da condição do saco de merda médio que são os físicos das pessoas que vemos por aí, sem músculos, sem força, sem disposição, sem vitalidade, sem nada.

No fundo, qualquer cara que tenha o mínimo de culhões, instintivamente sabe o que é preciso ser feito. É preciso ir lá e erguer o máximo de peso possível em exercícios que usem grandes grupos musculares até onde sou corpo e mente aguentarem, ir pra casa e comer todo o máximo de carnes que conseguir, foder, e ir dormir para começar tudo de novo. Esse ciclo vai desenvolvendo a masculinidade adormecida que está aí, dentro de vc. Cada vez mais vc se tornará mais agressivo contra os pesos, e contra qualquer outro desafio.

Por isso, o básico é o que sempre funcionou e funcionará, pq o básico é exatamente isso. Erguer pesos pesados e desafiadores, sem toda essa frescuragem de merda da ciência atual, pq só o desafio real constrói corpos e força fora da média. Pensando nisso, eu trouxe nesse artigo os elementos primordiais de um dos clássicos do treinamento, o Dinosaur Trainig de Brooks Kubik. Cada ponto vc pode encontrar no livro que eu recomendo que vcs leiam, mas aqui, os comentários em cada item são meus. Esses elementos são o que é necessário para se tornar um vencedor, se tornar um cara que não tem medo de desafios, um cara que realmente gosta de treinar e se desafiar diariamente, por isso, leiam com atenção paspalhos.


Ele está dizendo basicamente que: "não seja uma maldita cadela cara". 


ELEMENTO Nº 1 - TREINAR DURO


Nível Vegeta de insanidade para treinar

Logicamente, o primeiro ponto seria esse, TREINAR DURO. Mas é preciso ter uma noção básica do que seria treinar duro, pq se vc ir a qualquer academia no mundo e perguntar pro paspalho médio que faz o mesmo trabalho de merda todo cagado e mal feito igual ao da maioria, ele dirá sem apresentar nenhuma sombra de dúvidas que treina pesado. Os "pseudo bodybuildings" que tem espalhados por aí, com todo seus shows pirotécnicos de gritos, falso esforço máximo, e os trajes caraterísticos também podem passar a impressão que treinam duro. Mas ok, o que seria treinar duro dentro do conceito do Dinosaur Trainig?

Sem dúvida ele tem um vertente mais voltada a erguer grandes quantidades de peso, o máximo de vezes possível em boa forma, muitas vezes tentando testar 1RM, mas não somente isso. Treinar duro é escolher um exercício ( multi articular, nada de máquinas) fazer uma ou duas séries de aquecimento já perto do que seria um peso máximo para um determinado número de repetição máximas, seja ela 1, 5, 10, ETC... algo como 80%, logo em seguida carregar a barra tendo como meta superar o seu máximo em reps para aquele peso e aquele exercício, lembrando sempre de manter uma boa forma durante todo movimento. Ou seja, é ter a certeza absoluta que nenhum outro movimento poderia ser feito, e que vc deu o seu máximo do máximo.

É literalmente cair de exaustão após uma série pesada de agachamentos, não conseguir erguer o braço para cima da cabeça depois de uma série de desenvolvimento militar, é perder a consciência depois dos levantamentos terra. Tendo a certeza que vc foi até o seu máximo, todo o trabalho complementar, ou de assistência não será necessário, o que deixará o treino extremamente curto, que é um dos pontos a seguir inclusive. O que vemos é as pessoas martelando as máquinas, tentando "pegar" cada porção de determinado grupo muscular das mais diferentes maneiras e ângulos, mas o reflexo disso nos seus corpos e força é praticamente nulo, pq não desenvolveram a base ainda. Além do mais eles não vão nunca se esforçar ao máximo, e o que dizem que é o máximo normalmente poderia ser feito mais umas 5-7 reps. Quando o desconforto real começa, eles desistem, pq são fracos mentalmente, mas os dinossauros não, eles tem foco e tenacidade para aguentar a dor e ir realmente ao máximo.

Não só tentar o máximo do máximo para repetições, mas quantos caras que vc vê por aí que se desafiam ao ponto de colocar pesos absurdos na barra, pesos que eles não tem a certeza que podem ser movidos e tentar novas 1RM, colocando em risco a própria integridade física? Poucos não é mesmo, talvez vc não conheça nenhum. "Singles" pesados, feitos até onde o corpo aguenta também é treinar como um dinossauro. Treinar dessa forma vai contra a normalidade, e seria uma visão desconfortável para a maioria dos frequentadores, nos seus tênis da moda, celular na mão entre as séries e seu olhar vago e sem brilho durante os exercícios, igual ao de um antílope com o pescoço na boca de um leão.

O dinossauro treinando é uma visão assustadora, de um cara tão focado que para ele não existe mais nada ao redor, foda-se a música de balada na academia, as vagabundas com calção enfiado no rabo, foda-se o frango torcendo para vc não conseguir fazer as séries para não humilhá-lo ainda mais, foda-se o gordo retido metido a freak maromba, foda-se todo o mundo e a única coisa que interessa é vc vencer o peso.

Ou seja, treinar duro é fazer coisas realmente desafiadoras que vc não sabe se consegue fazer de verdade, é se testar, se desafiar usando coisas básicas. Esqueça toda a frescuragem, todo o mimimi, todo os "sistemas de alta performance". O que é preciso é por peso numa barra, e tentar fazer algo que nunca foi feito por vc, seja tantas reps quanto possível, seja erguer um peso absurdamente pesado (sem perder a boa forma, é claro), é LITERALMENTE SAIR DA PORRA DA SUA ZONA DE CONFORTO E FAZER O TRABALHO DURO. Pare de treinar como o macaco médio e comece a fazer o trabalho que homens são programados para fazer, vencendo desafios.

ELEMENTO Nº 2  - EXERCÍCIOS BÁSICOS COMPOSTOS


409kg sem cinto. É disso que estamos falando

Como já foi dito no ponto acima, ESQUEÇA AS MÁQUINAS. Para treinar como um dinossauro vc vai usar coisas pesadas e estranhas (falarei num ponto adiante) barras, anilhas, halteres e colhões. Máquinas isolam o trabalho de determinada musculatura, colocando o sujeito ou parte do sujeito numa posição "anatomicamente segura", impedindo que vc adapte e desenvolva sua percepção cinestésica, e os benefícios de usar agressivamente grandes quantidades de músculos ao mesmo tempo, diga-se melhor condicionamento e coordenação motora, estímulo do SNC e hormônios anabólicos como a T.

Para vc começar a escutar o seu corpo de dentro para fora, ou seja, desenvolver a famosa consciência corporal, vc precisa fazer exercícios compostos que envolvam maior parte dos seus músculos ao mesmo tempo e precisem de concentração real para serem realizados corretamente, e isso vc só conseguirá fazendo exercícios compostos, usando cargas desafiadoras. Pq só com cargas pesadas próximas a 1RM é que vc poderá perceber onde está errando, quais são seus pontos fortes e fracos, o quão ruim é sua técnica e capacidade motora e de auto ajuste. Fazer exercícios sempre com pesos de papel não dará essa resposta, simplesmente pq o seu corpo consegue lidar com aquilo tranquilamente e vc poderá assim, fazer um exercício errado por anos e desenvolver um vício que será muito mais difícil de modificar no futuro. De repente vc desenvolve uma hérnia e acha que a culpa são os agachamentos pesados, mas na verdade a culpa é da sua falta de colhões e preguiça de fazer as coisas direito. Isso que os treinadores cretinos atuais não sabem, eles acham que pesos pesados e compostos são o próprio demônio e evitam ao máximo. Evitam pq são uns imbecis que não sabem nada sobre treinamento real, e nem ensinar o movimento corretamente, tem preguiça de trabalhar e normalmente nem treinar treinam.

Só os exercícios compostos pesados podem fazer com que vc aprenda com seu corpo e com seus erros, pois seus erros ficam evidentes assim. Desenvolva força real e funcional para além do smith da academia, e se transforme num dinossauro. Por isso, esqueça toda essa baboseira de "exercícios perigosos", aprenda o movimento correto com quem sabe e coloque deu traseiro para suar.

ELEMENTO Nº 3 - TREINAMENTO ABREVIADO




Treinar abreviadamente faz todo o sentido uma vez que vc tem a certeza que deu tudo de si em determinado exercício composto. Depois de quase morrer fazendo agachamentos com uma carga considerável (para sua condição é claro) não há a necessidade de fazer mais infinitas séries no leg press, passadas, mesa flexora, cadeira extensora, simith, hack 45, etc, etc, etc, pq mesmo se vc quisesse fazer tudo isso dificilmente conseguiria. Por isso o treinamento para dinossauros é breve, não mais que 3-4 exercícios por treino.

Há uma diferença enorme entre a brevidade do treino proposto aqui, do que é ensinado pelo "mainstrean" fitness por aí que diz que se vc treinar mais de 50 mim por treino seu corpo entra em estado de auto destruição devido ao "overtraining". Essa abordagem fitness nada mais é do que uma forma das academias poder comportar mais alunos em menor tempo, por isso vc precisa treinar rapidamente, usando muitas máquinas para evitar lesões e com um "profissional qualificado" para lhe instruir corretamente. Chega a ser cômico essa merda mas é exatamente isso que vc encontrará por aí.

Principalmente se vc é iniciante, não precisa fazer mil exercícios  para cada centímetro quadrado diferente do seu peitoral para "gerar hipertrofia". Vc precisa aprender a fazer exercícios compostos corretamente, que envolvem toda a musculatura, de forma realmente intensa. A medida que aprender com seu corpo, poderá adicionar algum movimento mais específico para cobrir algum ponto fraco, mas a base precisa permanecer. Por isso o treino é rápido, pq é retirado toda a basteira inútil. Por exemplo, alguns singles realmente pesados no supino reto, seguido de umas 100 rps nas paralelas com pesos já seria um excelente treino para "peito" ou melhor, para parte superior do corpo. Tire toda a besteira e faça o que realmente dá resultados.

ELEMENTO Nº 4 - PESOS PESADOS


Essa princesinha ... 

É mais durona e treina muito mais pesado que vc! Lide com isso. 

Dinossauros sempre treinam com pesos desafiadores, seja para uma única repetição ou para algumas pré determinadas. Esse negócio de treinar com pesos de papel tendo a certeza que consegue finalizar a série sem gigantescas quantidades de esforço e concentração não existe aqui. Dentro da academia, só existe um único objetivo para os dinossauros: VENCER OS PESOS! Por isso é necessário usar cargas pesadas e verdadeiramente desafiadoras para que essa batalha valha a a pena e tenhamos algum mérito e satisfação quando vencermos, ou que sobre um pouco de dignidade quando formos derrotados.

Além de toda essa questão filosófica e de auto desafio, cargas pesadas são melhores para nossos hormônios mais importantes, como a T e para o estímulo do SNC. A testosterona é liberada em maiores quantidades quando grande quantidade de esforço está sendo exigido, e principalmente quando nosso organismo entende que determinada atividade é potencialmente perigosa a nossa sobrevivência. Terminar algumas repetições com altas porcentagens do que seria a sua repetição máxima, ou conquistar um novo record, algo que seu organismo não tinha a certeza que conseguiria, liberará quantidades absurdas de T na sua corrente sanguínea, te deixando mais agressivo, com menos sensibilidade a dor e com mais vontade de vencer. Já tive ereções poderosas antes e após séries pesadas de agachamento. Ou seja, homens treinam com pesos de verdade, independentemente de qual seu nível de treinamento.

Todos estes elementos buscam uma coisa fundamental, que norteia a ideia central do Kubik ter escrito o livro que é não apenas construir corpos grandes e musculosos, mas funcionais, construir força real que possa e deve ser usada fora da academia. É uma tendência muito comum na era moderna se preocupar excessivamente com o rótulo, com a aparência das coisas, mas não com a função e a utilidade. "Homens" andam fazendo a mesma coisa, se preocupando de mais em "meter o shape", ficar bonitinho com regata, baby look e calças skinny para pegar todas na balada mas esquecem da funcionalidade do corpo masculino, ou seja, ser capaz de produzir força, gerar resistência em qualquer situação adversa. Treinar para meter o shape pode te dar um corpo bonito e harmonioso, mas fraco e pouco resistente, principalmente se vc precisar de força para fazer algo que não seja um supino na smith machine ou roscas concentradas.

Por isso o treinamento de dinossauros gira em torno de exercícios básicos que usam o corpo todo de preferência e pesos PESADOS, pq pesos pesados estimulam o SNC e melhoram a sua capacidade motora, e isso é o que fará vc conseguir produzir força em qualquer situação adversa, não apenas nos aparelhos da sua academia da moda. Homens buscam ter força bruta, útil em qualquer situação, um corpo funcional que tenha músculos poderosos não apenas para exibição fútil e materialista, mas que possam fazer grandes coisas, desde trabalhar mais pesado fazendo coisas importantes até te tirar de enrascadas. Essa é a ideia básica do treinamento de dinossauros e por isso vc DEVE começar a treinar com pesos pesados desafiadores agora mesmo.


Só pra não perder o costume...


CONTINUA ... 

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Eu não sou um Super-Herói - PT2

Por James Lewis


Esta foto não tem nada a ver com nada, além do fato de que é bem legal.

Na primeira parte desta série, comecei a detalhar as maneiras pelas quais você pode elevar sua performance e atitude geral, pois achei estranho que as pessoas me vejam como algum tipo de louco além das suas capacidades de se igualar ou me exceder no desempenho. Meu sucesso se resume, essencialmente, a uma coisa - eu desejo mais do que outras pessoas. Quero transcender qualquer coisa que alguém tenha feito e em última análise, transcender a condição humana sozinho por pura força de vontade. Eu não sou nem geneticamente predisposto à força extrema nem estou particularmente bem enquadrado para powerlifting. Eu tenho pequenas articulações, pequenos ossos e mãos incrivelmente pequenas no final dos braços, nem suficientemente curtas para fazer o supino uma questão simples nem o suficiente para conferir qualquer coisa remotamente aproximando uma vantagem no deadlift. Como tal, acho que isso é censurável quando as pessoas afirmam que algo é impossível quando está ao seu alcance, ou afirmam que eles alcançaram uma ótima façanha quando, na realidade, sua realização é notavelmente prosaica por qualquer padrão realista e crítico. A saber:
  • Um agachamento com peso corporal na barra não é uma conquista. Francamente, nem é motivo de celebração, a menos que você tenha gasto uma parcela considerável de sua vida acamado, paralisado ou aleijado de outra forma. Você sabe quem fica entusiasmado com os agachamentos com peso corporal? Pessoas que deveriam manter suas estúpidas bocas fechadas sobre esse assunto e voltar para a pequena prisão triste num porão do qual eles aparentemente rastejavam por um sinal de internet.
  • A menos que você seja uma mulher ou pese menos de 52kg, um supino de  100kg não é digno de nota.
  • Com as mesmas ressalvas que os dois primeiros itens, um terra de 150kg não é digno de nota.

Os pontos essenciais listados acima são marcas facilmente alcançáveis ​​para qualquer um dentro de um ano de treinamento. Se você não atingiu essas marcas, você precisa sentar e descobrir se realmente existe alma em vc. Você chegará a uma única resposta.

Você não está se esforçando o suficiente.



Isso provavelmente vem como uma "red pill" para você, mas a única coisa que vai fazer com que seus pesos se levantem é um maldito trabalho duro. Escolher o programa certo, usar a "melhor forma", ter a academia certa ... é tudo uma palhaçada complementar que o ajudará, mas não pode te levar aonde você quer ir, sem a mentalidade necessária dirigindo o todo. Basicamente, a maioria das pessoas está tentando construir uma Ferrari, mas ficam muito ocupados se preocupando de mais com a maldita tinta e o aparelho de som, em vez de se preocupar em colocar qualquer coisa sob o capô maior do que o motor de cortador de grama. Seria como preparar toda a sua vida para foder 100 vadias em sequencia, se bronzear, destruir algumas coisas na academia, certificando-se de que seu cabelo está ok e que vc decorou o Kama Sutra, apenas para perceber que quando você chegar neste momento você é gay e não pode ficar excitado com mulheres. Toda essas merdas são ao contrário, mas a maioria das pessoas pensam que o simples fato de falarem e enfatizarem os detalhes do próprio treinamento tanto quanto possível, resto cuidará de si mesmo.

Isso não é inteiramente sua culpa, especialmente se você tem menos de 25 anos. Desde a sua criação, a internet fez grandes progressos na redução da humanidade a um saco gaguejante gordo de merda capaz de fazer pouco mais do que postar imagens que todos viram um milhão de vezes com frases ligeiramente alteradas e mal traduzidas. Crescer neste ambiente tem fodido as gerações mais jovens, porque em face de toda essa idiotice, as pessoas com menos de 25 anos costumam ter suas próprias inseguranças afirmadas em vez de negadas. Como resultado, acham que são capazes de muito menos do que realmente são. Isso devido realmente à forma como o seu cérebro se desenvolve, porém: "Os lobos pré-frontais, que permitem decisões salientes, não amadurecem completamente até você ter 24 anos. Até então, você está à mercê das opiniões prevalecentes de sua organização memética" (Travis-Henikoff ). Emfim - você é uma droga porque você não se permitiu lobotomizar para apagar a lavagem cerebral sobre o tema esmagador da derrota catastrófica e fraqueza mental com a qual sua geração é vitima.




Sua calculadora Smolov não vai levantar os fodidos pesos para vc, campeão.

Uma recusa firme de admitir a derrota é o que delimita os vencedores dos perdedores e o sucesso do fracasso. Se você está satisfeito com "bom o suficiente", então que bom para você, mas foda-se, porque os adultos têm uma merda para falar. Os atletas de elite compartilham duas coisas em comum, o insaciável ​​desejo de ganhar e motivação internalizada para ter sucesso. Sem essas coisas, você não pode se tornar muito bom em algo, muito menos elite, a menos que você seja um completo anormal da natureza . Embora os atletas de elite sejam geralmente as partes mais estudadas no que diz respeito à motivação e sua contribuição para o seu sucesso, há outro grupo aparente de superhumanos que geralmente transcendem até mesmo as mentalidade de atletas  - guerreiros.

Embora os guerreiros tenham um pouco de um ímpeto adicional para ter sucesso, como não ser baleado no maldito rosto, eles aperfeiçoaram suas habilidades em ser incríveis. Eles sabem que antes de entrar no âmago da questão de manifestar coragem e conquistar toda a merda, você deve se concentrar no seu objetivo. De todas as pessoas da história, poucos são mais conhecidos por sua capacidade de se concentrar num objetivo e alcançá-lo do que as forças militares de elite. Eu não tenho antecedentes militares devido ao meu ódio enorme às figuras de autoridade, mas os caras das unidades militares de elite que vão desde o SAS e SEALS até os 300 de Esparta sabem que são capazes de dirigir seus corpos para realizações sobre-humanas através de nada além do poder das mentes revestidas de ferro.

Embora não tenhamos nenhum motivo de merda no final de tudo para lutar por alguma causa, apenas os interesses de homens brancos e ricos com uma quantidade enorme de dinheiro para ganhar, podemos entender completamente que a mentalidade do guerreiro também pode ajudar as pessoas que treinam a sério. Nossa guerra não é uma guerra externa, é uma batalha interna contra a fraqueza. Feito direito, o sangue e o suor serão perdidos, mas no final o vencedor emergirá forte, mais confiante e mais resiliente do que quando entrou na briga.


Com esse tipo de motivação veríamos muito mais agachamentos de 500lbs (227 kg)

Uma coisa que todos os guerreiros compartilham é uma mentalidade de sobrevivência, que essencialmente se resume a um foco psicótico num objetivo específico, que ostensivamente inclui continuar respirando. "Uma mindset de sobrevivência denota uma presença da mente permitindo que o guerreiro se concentre completamente na tarefa do momento. É uma mentalidade totalmente desprovida de emoção, onde a percepção, análise e resposta se fundem em um único processo"(Siddle). Para você que pensa que não, isso é totalmente aplicável ao treinamento com pesos ou a qualquer outro esporte - você tem que se concentrar no que está à mão e não em qualquer besteira da sua vida. Se você concentrar sua atenção inteiramente sobre esse deadlift mesmo que tenha sido fácil até esse ponto, você vai fazer completar o levantamento em vez de perder. Não importa o que os Chicken Littles na internet possam dizer, sua vida raramente está em jogo na academia, mas sua honra, sua integridade e sua maldita auto-estima estão, e merda, como estão, especialmente se a pessoa que você tentou impressionar por acaso observa-o de canto do olho e você fez uma demonstração de entusiasmo antes de uma grande tentativa. Você tem que aprender a concentrar toda a sua existência em poucos momentos e alguns metros quadrados, se você quiser realmente mover pesos enormes - se você está preocupado com besteiras, você está efetivamente morto.


Uma imagem motivacional

Concentrando-se para um levantamento, então, torne-se fodidamente crítico. Eu pessoalmente sempre odiei todo o cenário de bofetadas antes de um levantamento, mas estimula seu SNC a despejar a adrenalina. No meu mundo, ficar batendo na cara é um prelúdio de luta ou para foda (ou ambos), mas não para levantar pesos. Eu pessoalmente acho isso distrativo, eu fico com raiva quando as pessoas me tocam enquanto eu me preparo para alcançar um grande levantamento. Me coloca numa situação de ficar com raiva de uma forma errada - com raiva de uma distração: "Eu quero desesperadamente esfaquear o desgraçado". Assim, é importante descobrir o que vai funcionar para você entrar na mentalidade adequada, ajudá-lo a controlar suas emoções e a remover a negatividade de sua mente.

A negatividade de qualquer forma ao treinar é uma coisa terrível, mesmo se tratando da forma de repetir várias vezes "levante esse peso, maricas!". Um certo medo do peso que você está levantando é positivo pelo despejo de adrenalina que você obtém ao iniciar sua luta ou resposta de voo,  redirecionando o fluxo sanguíneo para os principais músculos (Siddle 89). As secreções adrenais da resposta FOF mostraram aumentar desempenho em habilidades motoras grosseiras, como simples empurrões, puxões e agachamentos (ou seja, movimentos de powerlifting) de modo que o medo (ou qualquer outro estado mentalmente excitado, mas concentrado em que você possa se colocar) é realmente uma coisa boa.  Porém se mijar de medo dos pesos é tão destrutivo quanto muito ficar muito relaxado. "muita ansiedade, medo, tristeza ... podem paralisar." Assim, você terá que levantar um monte de fodidos pesos antes mesmo de chegar a uma conclusão razoável sobre o que constitui um peso genuinamente grande.

Este é o lugar onde o treinamento de alto volume vem para salvar o dia, mais uma vez. Não só o treinamento de alto volume faz com que você seja comprovadamente mais forte (veja as sessenta bilhões de postagens que escrevi sobre o assunto para citações), mas permite que você aprenda a atuar em níveis muito altos em um ambiente de alto estresse, como em uma competição. Fazer isso é considerado por especialistas como um aspecto crítico do treinamento, e é absolutamente necessário se você quiser transitar consistentemente nos níveis mais altos. Isso não é apenas porque você é forte como uma merda após o treinamento com pesos altos e repetições baixas dia após dia, mas porque nesse ponto sua forma e resposta a pesos elevados são controladas completamente por seu subconsciente - não há atraso à medida que você pensa besteiras (como em foder aquela gostosa de shortinho), e não há degradação no desempenho devido a altos níveis de ansiedade inspirados por uma carga que excede amplamente aquilo para o qual você é usado.




Às vezes, até o mais John Henry dos filhos da puta encontra-se completamente distante pela falta de sucesso, lesão, ou apenas um péssimo humor. Se você se encontrar fodido e traído completamente por seu corpo, você precisa ir contra seus instintos de voltar ao dogma e abordar o problema com uma mente flexível. Se a internet tem alguma indicação, os filhos da puta começarão a gritar "SMOLOV!" no topo de seus malditos pulmões e correrão gritando com uma câmera e uma calculadora no primeiro maldito revés, restringindo o seu impulso aparentemente natural de atenção à sistemas rígidos de treinamento estabelecidos por um russo do qual eu nem consegui encontrar uma biografia.

Sente-se e pense realmente sobre o que você tem feito. Pense sobre seus níveis de motivação, seu progresso recente, sua forma. Os "programas-de-tamanho-único" estão em voga no nosso ambiente atual, já que a maioria das pessoas parece ter uma tendência para uma ditadura benevolente que lhes dará todas as malditas respostas enquanto é eliminado qualquer vestígio de individualismo que possamos ter deixado pra trás. Foda-se tudo isso - a rigidez raramente é a resposta, e nunca é a resposta para os atletas de elite ao tentar alcançar uma resolução positiva quando atolados em uma situação negativa. Lembre-se de que Smolov só foi popular desde que Pavel trouxe para os EUA, e a maioria dos records ficaram estagnados naquele tempo.

Embora você possa pensar que eu corri muito longe do meu tema original, tudo se liga ao tema original - a merda que eu faço é possível porque eu tenho o ambiente mental correto para facilitar isso. Nenhuma grande façanha na história foi alcançada sem um ardente desejo de alcançar a grandeza e pensar da forma errada limitará sua capacidade de ser lembrado de forma positiva. Levante seu maldito queixo e espere mais de si mesmo, porque eu não sou mais um super-herói do que você poderia ser, se você simplesmente parasse de deixar seus cérebro fodido fazer de você ser um saco de merda.

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Mais Considerações Sobre a Testosterona - PT4

Chegamos na parte 4 dessa série, e eu realmente não sei até onde ela poderá chegar. Pretendo ir escrevendo aqui sobre a minhas experiências com as drogas, então podem esperar muitas postagens ainda se é que me entendem HAHAHA. O legal de falar sobre isso é que noto que o pessoal tem curiosidade, bastante gente me perguntando sobre as coisas e esses são os posts com mais acessos no meu blog. Ainda há os lobotomizados pelo conhecimento convencional que acham que T é droga que só faz mal e é coisa de otário (pode até ser), mas enfim. Cada um que faça o que acha correto, reforçando que estou apenas relatando a minha experiência e disponibilizando algumas informações que eu gostaria de ter quando comecei nessa jornada. Sem mais enrolações, vamos ao que interessa...


Eu sei que vcs esperam ansiosamente por essa série por causa das imagens de aumento de T do leitor. Não se preocupem, enquanto essa série durar, as imagens estarão aqui. 

No post anterior eu relatei sobre a minha dieta atual, de como ela está estruturada. Eu continuo firme no meu plano e os resultados estão sendo excelentes. Não sei dizer exatamente até que ponto é a dieta ou até que ponto é a T que está fazendo a mágica toda, mas estou extremamente satisfeito e chegando em um patamar que nunca estive. Nessa brincadeira já se foram 5kg, mas quase que na sua totalidade apenas gordura e a água da retenção. Meu metabolismo está aceleradíssimo, estou funcionando igual a um killdozer que destrói tudo que atravesse o meu caminho, bem como o J. Lewis diz.

Uma coisa diferente que eu passei a fazer nessa faze de corte, foi aumentar e bastante e ingestão de água para eliminar todo tipo de retenção hídrica. Eu tomo por volta de 11 lts de água todos os dias, isso antes de treinar, e água que tomo intra treino eu não contabilizo. É importante dizer que toda essa quantidade de água eu tomo sem dificuldade nenhuma, lembrando também que eu tenho 191m e 114kg. Outra coisa importante que eu passei a fazer para acelerar a eliminação da retenção e da gordura foi começar a fazer AEJ (Aeróbico em Jejum), 4x na semana. Eu faço eles antes de ir trabalhar no meu emprego 1, as 6 hrs da manhã, normalmente faço uns 40 mim de caminhada acelerada na esteira inclinada. Não estou tendo dificuldade de fazer isso também, é até bom, pq como eu disse acima, meu metabolismo está muito acelerado. Eu acordo antes do despertador, lá por umas 4-5 da manhã e fico semi acordado. Eu vou dormir toda dia 23/23-30 e quando deito eu apago, mas estou precisando de muito menos tempo de descanso para me sentir renovado. Isso era uma coisa que eu não esperava, pq muitos dizem que a Trembolona te deixa meio cabisbaixo, meio depressivo, comigo está acontecendo exatamente o oposto, mas talvez isso se deva por eu usar uma T combinado.

Quando se faz mais de um treino por dia, é importante ser um bom administrador, um bom gestor de fadiga. Como já foi dito em outro tópico, "você e o seu treino são uma espécie de economia - você tem grandes metas, mas recursos limitados (tempo, energia, saúde ortopédica, conhecimento, etc.), por isso é extremamente importante aplicar esses recursos de forma inteligente", ou seja, saber cadenciar os níveis de cansaço e estresse do SNC, e talvez até uma possível fadiga adrenal. Por isso, como vcs verão mais adiante, eu faço meus treinos em ondas, microciclos que vão aumentando em intensidade a cada semana, e os AEJ´s são feitos de forma ponderada, respeitando os sinais que o meu corpo manda. As vezes acordo muito fadigado, e não faço o aeróbico, justamente para poder treinar melhor a noite, que é o treino mais importante. Alguns sábados não treino também, justamente para dar uma descansada maior, desde que não tenha faltado nenhum dia na semana, o que é muito difícil de acontecer. Não é uma justificativa para faltar, ou pular treinos como a maioria faz, pq eu tenho a certeza que estou fazendo o trabalho duro todos os dias, é apenas ser inteligente e focar nas coisas mais importantes. Por exemplo, por mais cansado que eu esteja, os exercícios que elenquei como principais, eu sempre faço em cada determinado treino programado, o que eu evito se estiver me sentindo fraco e cansado são as coisas complementares. Isso é focar nas coisas certas, e saber aproveitar a sua energia que é limitada.


E tem "homem" que não gosta disso. 

Aqui no blog já está bem claro que eu sou um adepto do alto volume de treino, com intensidade alta, pq foi o que funcionou melhor para mim. Você deve ter em mente que sempre que for para academia, sua mentalidade deve estar direcionada para destruir tudo, não aceitar ser derrotado pelos pesos que te assustam, porém, é importante vc aprender e compreender esse feedback positivo ou negativo que o seu corpo mandará, justamente para vc não "queimar" em pouco tempo e jogar a toalha cedo de mais, desistindo da vitória que só chega depois de muita dificuldade. Por isso meus treinos são dinâmicos dentro de alguns preceitos imutáveis essenciais, por isso minha dieta não é absolutamente restritiva, pq estou sendo inteligente e adaptando as coisas a minha vida, e não simplesmente copiando planos alimentares ou rotinas de treino engessadas que deram resultados para fulanos do outro lado do mundo que eu nem sequer saberia pronunciar o sobrenome.

Como vc faz para conseguir esse "feeling"? Aqui eu posso responder filosoficamente seguindo os conceitos básicos que são martelados aqui no blog a cada post: da mesma forma que vc desenvolve a sua virilidade, COLOCANDO A SUA PELE NO JOGO! Tentando, se desafiando, errando, e aprendendo com seus erros. Não existe fórmula mágica, e eu já fiz muita merda e muita coisa que não deu certo, e essas coisas serviram de aprendizado e como forma de conhecer melhor o meu corpo. Não existe "receita de bolo" para transcender a humanidade, nem atalhos. O que existe é a sua insanidade e vontade de vencer, apenas isso. A consciência corporal fará vc saber o que é melhor ou pior para vc e vc só desenvolverá isso, TREINANDO DIARIAMENTE e constantemente por anos. Eu vou fazer um post sobre isso especificamente no futuro. Mas a consciência corporal é o seu corpo conversando com vc internamente, e ter a capacidade de ouvi-lo é o que faz toda a diferença, é o que faz o gênio do esporte ser gênio, é o que fará vc ser um vencedor ou mais um perdedor inútil que tenta justificar o próprio fracasso e falta de dureza mental com pseudo lesões e artigos da pubmed.




A noite eu treino no horário que a minha rotina permite, e os treinos também estão sendo insanos, numa intensidade absurda. Eu pareço um animal que quer destruir tudo na academia, já entortei algumas barras inclusive. As pessoas ficam com medo de mim, ninguém se atreve a atravessar meu caminho na hr do treino. Isso não é inteiramente bom, quero dizer, seria totalmente bom se as academias fossem um ambiente masculino frequentado apenas por pessoas dedicadas e focadas que querem resultados, que tentam tirar o máximo de si mesmos sempre que possível, mas como sabemos muito bem, a realidade está bem longe de ser assim. Na minha academia, infelizmente, não é diferente. Seu eu pudesse, com certeza faria de lá um ambiente de ferreiro mesmo, tipo a "Tample Gym"da época do Yates, com caras insanos urrando feito loucos psicóticos dentro de um porão escuro, sem se importar com a roupa e os fones da moda, sem se importar com o novo rap maromba do momento, sem se importar se as vagabundas ególatras imprestáveis que só vão encher os cantos da academia e inflar o próprio ego estão achando indelicado o seu comportamento animalesco, sem se importar com os frangos que ficam te olhando de canto de olho torcendo para vc não conseguir fazer as repetições com um peso absurdo e humilhá-los ainda mais. Infelizmente, treinar dessa forma na maioria das academias causa um certo ar de incomodo, as pessoas acham que vc enlouqueceu de vez e está fazendo cena. Alguns idiotas que enchem o leg press de peso a não descem nem a metade, que treinam em manada e não conseguem fazer supino pesado sozinhos, realmente só fazem cena. Mas se quer atingir seus objetivos, precisar mandar todo mundo a merda e destruir os pesos, essa que é verdade.

Eu ando treinando bem mais que 1 hr (me desculpem por esta heresia gurus fitness). Segundo o conhecimento convencional, treinar mais que 50 minutos por dia é praticamente assinar seu pedido de morte por "overtraining". Normalmente treino por umas 2 hrs, insanamente do  começo ao fim, principalmente nos exercícios que elenquei como principais, que falarei mais adiante. Uma ressalva importante - minha capacidade de recuperação, como eu já havia falado em outros posts é boa, muito boa, por isso eu treino todos os dias, na maioria do tempo bastante pesado. Não sinto a necessidade de muitos dias de descanso, porém com vc aí, que está lendo isso agora as coisas podem ser diferentes, e se vc fizer as mesmas coisas que eu faço, talvez vc "queime" em poucos dias. Então eu vou reforçar que isso é um relato pessoal de coisas que vem dando certo pra mim, não é uma verdade irrefutável cravada em pedra, e se alguém vier citando artigos lá da pqp feitos em idosos ou ratos para refutar alguma coisa que eu faço, eu mesmo vou atrás de vc seu viado desgraçado e vou enfiar seu computador no seu rabo guloso. Se poupem da vergonha.

As drogas ajudam nisso também. Muitos idiotas gostam de dizer que o cara que usa esses recursos, querem diminuir o esforço, mas se tratando de pessoas que levam a sério o treino, é justamente o contrário que acontece, e foi comigo também. Eu comecei a usar para PODER TREINAR MAIS, MAIS PESADO, MAIS VEZES E NÃO MENOS. Essa é uma vantagem incrível para quem não tem preguiça de usa-lá.

Todos os dias eu treino em jejum - ou seja, o jejum modificado - (desculpem gurus) fazendo uma refeição pesada em carne e gordura no pós treino, apenas sexta e sábado que como algo meio dia. Eu estava fazendo alguns almoços na semana, mas resolvi fazer só na sexta. Nas quartas apenas os shakes de proteína o dia todo. A T e em especial a trembolona tem uma capacidade impressionante de evitar o catabolismo muscular. Minha massa magra permanece intacta, enquanto a retenção e gordura vão escorrendo pelo ralo. Minha vascularização está muito maneira, e a força não diminuiu, mesmo estando sem carbs a semana toda (mais uma vez, desculpem gurus fitness). Isso eu acredito que seja efeito da dieta, pq fisiculturistas que fazem restrição de carbs relatam um perda de força absurda, algo que não vem acontecendo comigo, por causa dos rampages e da alga carga de proteínas e gorduras que eu venho comendo. Como é explicado em outros artigos do blog, o homem se adapta bem a cetose, pq essa é a forma de obtenção de energia que usamos na maior parte da evolução da nossa espécie. Talvez uma adição de glicogênio seja necessário ao se observar cada caso individualmente. Mas independente se vc precise ou não, morrer é que vc não vai de ficar sem glicose a maior parte do tempo. A única coisa que vai morrer é a sua criança interior que chora toda hr por doces e guloseimas estúpidas.




Essa dieta desenvolve uma tenacidade mental incrível, pq vc fica a maior parte do tempo sem comer, só adicionando proteínas, e quando come, vc deve e sente vontade de comer se lambuzando na gordura e no sangue dos pedaços estupidamente grandes de carne que vc vai preparar. É como te deixar acorrentado por um mês fazendo nada mais que trabalho pesado e de repente largar na sua frente, livre para fazer o que vc bem entender o seu ideal de mulher gostosa e atraente.  Essa comida normal que o bostileiro médio come perde totalmente a graça, inclusive nos seus dias rampage, como é o meu caso. Nos dias altos em carbs eu normalmente como arroz branco, nada de extravagâncias tipo fast food nojentos, pizzas cretinas, doces imbecis, a também a quantidade de carbos é cada vez menor em cada reabastecimento. Para não mentir, as vezes eu aproveito para comer algum chocolate nesse dia, mas não é sempre.

O meu treino é meio que um hibrido entre treino de força e hipertrofia. Os exercicios básicos que decidi que seriam os principais continuo indo com muito peso, 85-100% de 1RM, para várias séries e poucas reps, em seguida eu faço exercícios mais isoladores com mas reps, pouco carga. Essa parte de hipertrofia eu resolvi adicionar pq isso vai modelar ainda mais meu físico junto com a restrição de calorias, fora que é bom para saúde das articulações.  Resolvi dar uma atenção maior para as minhas costas, pq elas estão muito atrasadas em relação ao resto do corpo, musculatura pouco aparente. Alias a minha ideia de tomar muita água foi por causa dessa deficiência nas costas, tenho um problema sério na parte dos culotes, acumulo muita banha e água ali, esse vem sendo o maior problema estético até agora. Por isso os treinos de costas eu fiz mais bem estruturados.

Meus exercícios básicos, ou seja, que vou muito pesado, são o supino reto normal, e o supino fechado com pausas na parte baixa, agachamento normal e com pausas, terra normal e com pausas, OHP, e remada curvada. Estes eu faço em "ondas", ou ciclos, que funcionaram muito bem pra mim, da seguinte maneira:

Semana 1
5x5 com 80-85% 1RM

Semana 2
5-7x3 com 90% 1RM

Semana 3 e 4
5-7x3 com 95-100% 1RM

Dependendo de como estiver meu corpo, em relação a tendinite, fadiga do SNC, etc, eu fico mais uma semana indo perto dos 100%, se não eu volto no inicio com 5x5, inclusive estava nessa semana mais leve, semana passada. Não gosto de fazer treinos de "singles" com pesos pesados, seilá, questão de gosto pessoal mesmo, prefiro fazer os triplos, as vezes só consigo duplos. Lembrando que eu treino sozinho, sem essa de ajudinha, até pq a maioria dos idiotas nem ajudar sabe corretamente. Mas essa programação estupidamente simples fez eu avançar muito bem nos pesos nos exercícios base. Meu agachamento estava com uma técnica ruim, adicionei um dia a mais para fazer agachamentos, com peso menor, feito lentamente, treinando o movimento apenas. Fazer terra com pausas melhorou MUITO a minha técnica nesse exercício, eu usava pouco as pernas e muito a lombar, erro bastante comum inclusive, então se vc tem dificuldade com o terra, comece a fazer já. A agachamento com pausas é impressionante, até mesmo para aumentar exponencialmente a sua agressividade se feito com cargas consideráveis que vc não consiga mais que 5 reps de forma alguma.




Os exercícios isoladores, que faço como complemento eu vario no dia, as vezes faço uma máquina, as vezes uso halteres, etc, mas tem alguns que eu sempre mantenho, como os encolhimentos,"bons dias" (que nem é isolador, mas uso como complementar também) ótimo para a parte inferior das costas, stiff, supino inclinado com halteres e barra, serrote, rosca, paralelas e barra fixa. Lógico que não faço tudo isso todos os treinos. O meu segundo dia de costas de supino é assim, por exemplo (só uma observação, o dia de costas que me refiro aqui não é o mesmo que o dia de terra, então teoricamente eu faço 3 dias de costas, ou 4, o dia de terra eu chamo de dia para parte inferior das costas, e no dia junto com o supino é a parte superior) :

1- supino fechado com pausas de 2''- 5-7x3 intercalado com barras fixas 5-7x8

2- encolhimento pagada aberta + remada alta 4-5x 15

3- Supino inclinado barra - 5x6

4- Alguma máquina para as costas 4x15

5- Crucifixo 3x até falha (adicionei esse recentemente) + alguma coisa para as costas

6- Desenvolvimento em pé 5-7 x 3

7- Pescoço até não aguentar mais

Não vou descrever todos os dias de treino, mas como vcs podem observar não é nada muito convencional e nem engessado. Acho que deu para entender a ideia da coisa. O mais legal é que esse treino é extremamente divertido de fazer, mesmo no seus dias mais terríveis em termos de esforço, como no dia do agachamento. É o dia que quase morro, porém é o dia que me sinto mais foda e mais agressivo. Por isso mais uma vez, é importante vc saber dosar as coisas que vc PRECISA FAZER e as coisas que VC GOSTA DE FAZER, assim vc terá o melhor dos dois mundos. A maioria dos idiotas não sabe fazer isso, pq não conseguem pensar por conta própria e tem MEDO DE ERRAR. Por isso nunca saem do lugar e leem coisas estúpidas como as que o Paulo Gentil  fala.

Por exemplo, se vc for analisar os treinos de caras que foram para o Olympia, vc vai perceber que cada um treina/treinou de forma diferente, jamais existiu uma regra geral para todos. Ou melhor, até existiu, a regra geral que funciona para todos é dar o máximo do máximo nos treinos, e seguir o plano alimentar corretamente, por mais que vc seja tentado a sair do foco. Isso é unanimidade. Agora qual o treino ou qual o plano é o melhor é extremamente variável. Dorian Yates seguia uma metodologia baseada no HIT do Arthur Jones e Mike Mentezer, já o Ronnie Colleman treinava para força bruta em muitos momentos, com cargas realmente pesadas numa espécie de "powerbodybuilding". Phil Heath treina seguindo a metodologia do Hany Rambod, FST-7, já o Kay Greene foca em treinos muito específicos com enfase na parte negativa. Enfim, existem uma infinidade de formas de treinar e nenhuma é a verdade final absoluta, cabe a vc descobrir e decidir o que é melhor para sua realidade.

Outra coisa muito importante que é preciso falar, que eu vejo quase que a totalidade das pessoas frequentadoras de academia cometerem esse erro, mais uma vez, engadas pelo conhecimento convencional é de que é preciso "mudar" o treino a cada dois, três meses. O que enche o saco nego vim pedir treino novo a cada 2 meses de um treininho mal feito levado nas cochas, não é brincadeira. Como vc já deve ter entendido, ou deveria pelo menos é que a musculação, ou o treinamento de qualquer tipo que seja demanda muito tempo para promover adaptações significativas, ou seja, o que dá resultado de verdade, por mais merda que vc faça é a CONTINUIDADE!! Isso que eu sempre falo para os meus alunos e demais frequentadores da academia, CONTINUIDADE é a chave do sucesso. Está machucado? dê um jeito de treinar. Está sem tempo? De um jeito de treinar. Problemas na faculdade ou no trabalho? De um jeito de treinar. Está com problemas com a namoraducha? Foda-se e de um jeito de treinar!! Se o treinamento não virar uma das suas prioridades, jamais vc sairá do lugar e sempre será medíocre.

E como essas adaptações levam tempo, principalmente se vc é um frangote de mente fraca que tem medo de desafios reais, mudar o treino a cada dois meses não será uma boa ideia e vc será eternamente fraco num sentido bastante amplo. Essa mentalidade cretina é fruto da nossa sociedade do "impressionamento", da diversão. Como pirralhos mimados entorpecidos por doces e desenhos alucinógenos, as pessoas precisam ser "entretidas" a todo momento, pois não tem vontade própria, (nem estamina) se não a motivação vai embora e nisso as mensalidades também vão. Pensando em solucionar esse contratempo para tentar manter o macaco micareteiro médio frequentando a academia mais de seis meses, por mais porcamente que seja, pois afinal o que importa é a mensalidade que ele paga, a "ciência convencional" diz que é preciso mudar o treino constantemente, ou que existe a tal "confusão muscular". E alguns idiotas acreditaram nisso.


Aprecie sem moderação.  (me desculpem "no fapers" mas esse blog não é pra vcs HAHA)

Que é necessário vc fazer algumas adaptações, dependendo de quais músculos ou exercícios vão ficando atrasados no desenvolvimento, isso é verdade, e que é bom vc mudar esporadicamente para sair da sua zona de conforto e homeostase, isso também é verdade. Mas esses princípios são muito mal entendidos, como qualquer outra coisa dentro do universo do treinamento com pesos, pelo frequentador médio. Vc, novato (menos de 5 anos de treino) não saberá com precisão o que um treino fez ou deixou de fazer por vc em dois meses. Esse tipo de conhecimento leva tempo, e quando falo em tempo estou falando de anos, ANOS! Por isso, mais uma vez, rotinas engessadas que vcs copiam dos gurus fitness na internet são uma furada total. Existem alguns exercícios básicos que todos precisam fazer. Ponto final. O resto dos complementos vão variar de pessoa para pessoa, e a metodologia usada para treinar também. Nos primeiros anos vc irá aprender a fazer os básicos e escolherá mais alguns que vc goste de fazer. Técnicas de intensidade, protocolos afrescalhados e extravagantes são PERDA de tempo e estar focando mais no detalhe do que no essencial, ou seja, o típico trabalho de merda que a maioria faz.

A base do seu treino, a espinha dorsal dele deve permanecer a mesma por anos, até vc criar adaptações reais e consciência corporal adequada, algum ou outro detalhe vc pode mudar, como alguns exercícios complementares ou esquema de repetições, mas a base, a ideia central permanece. Meu treino por exemplo, é a mesma base a uns 3 anos, eu só vou mudando alguns detalhes que são pertinentes a cada momento que eu me encontro. Quando eu mudava o treino com mais frequência, ficava patinando no mesmo lugar achando que estava fazendo algum progresso. Tanto que hj eu poderia ser muito mais forte se não tivesse desperdiçado tanto tempo no começo. O que o macaco médio faz é começar hj na academia fazendo um treino de força, ai daqui a dois meses ele muda complemente para um treino estilo "cros pilates" (acredite, isso existe), aí dois meses depois ele muda de novo para um HIIT, e assim vai, feito um barco desgovernado sendo levado pela maré, sem força para reagir e fazer alguma coisa real por conta prórpria. Por isso, identifique o tipo de treino que mais combine com a sua personalidade, vá fazendo adaptações moderadas a medida que evolui, mantendo a base sólida e consistente, não seja mais um idiota com mentalidade de criança que precisa de "inovação" a cada mês.

É a mesma coisa para os ciclos com T e seus derivados. O fulano vai lá e pega todo o dinheiro que tem, que dá pra comprar mais ou menos um ciclozinho simples de 8-12 semanas. Quando as coisas estiverem começando a fazer efeito real, o cara vai lá e para. Pula para TPC (mal feita também) não vê resultado sólido nenhum, só retenção, fica com o eixo todo desregulado, T lá embaixo, E2 lá no pico, quase infartando por causa do perfil lipídico zoado, desânimo, pau mole, vontade de se matar, todo fodido por dentro e por fora. Pq independente se vc vai usar pouca coisa ou muita coisa, seu  eixo hipotálamo-hipofisário será suprimido por mais brando que seja o ciclo que vc planeja. Por isso se for pra fazer um ciclinho de 8 semanas e parar pq vc acredita no que os gurus da internet falam ou pq vc não vai ter mais dinheiro, desista já, nem entre nessa. É melhor vc se programar para ciclos maiores, de vários meses, não precisa usar grandes doses, como já disse mil vezes, mas o importante é manter uma regularidade e constância, assim como nos treinos.




Agora falando mais especificamente das drogas, até agora segue tudo tranquilo, não tive nenhum problema grave. A T que estou aplicando anda doendo bastante, não sei pq, por isso comecei a fazer massagens nos locais de aplicação, até para ajudar a não criar abcessos. A trembolona que me deu alguns sustos. Não sei se vcs sabem mas ela tem um efeito colateral bastante particular, já foi relatado no uso de outras drogas, mas é mais comum no uso da tremb que é a tosse. Logo que vc termina a aplicação, começa um tipo de incomodo na garganta e vc fica meio que sem ar, começa a tossir descontroladamente por uns 2-3 minutos, ai vai voltando ao normal. É uma sensação horrível, seu pulmão fica pesado, ruim pra respirar, vc começa a soar frio, parece que o ar se vai e vc vai morrer ali mesmo. Não é em todas as aplicações que acontece isso, pelo menos comigo Uma das vezes que aconteceu eu usei um oxímetro que serve para medir a oxigenação do sangue e batimentos, e estava tudo normal. Ou seja, aparentemente é só o susto mesmo. Pq isso acontece não há conclusão concreta na literatura especializada.

Porém a tremb tem outros efeitos colaterais bem ruins, inclusive um deles foi um dos grandes motivadores de eu começar a fazer os AEJ´s. Ela diminui a sua capacidade pulmonar (seu VO2 max). Inclusive tem alguns treinos que eu tenho pontadas por falta de oxigenação, e isso nunca acontecia e está sendo péssimo. Por isso eu resolvi adicionar um aeróbico consistentemente. Na verdade, se vc treina pesado com pesos, é bom vc fazer alguma atividade cardiovascular, nem que seja uma única vez na semana, mas esse foi um motivo a mais para eu levar a sério os aeróbicos. Outro efeito colateral são as cãibras, algumas vezes violentíssimas. Antes também nunca tive cãibras, agora passei a ter com freqüência, inclusive me deu cãibra no abdomem, se vc já teve isso sabe como é ruim, assustador e desconfortável. Infelizmente esse é o tipo de coisa que não tem como contornar.

Os efeitos psicológicos dela também estão mais evidentes. Minha agressividade nos treinos está num nível que eu jamais cheguei, a vontade de socializar cada vez menor, que não chega a ser um problema, mas eu evito ao máximo confraternizações e não sinto falta nenhuma. Por um lado isso é bom quando se tem objetivos sólidos. As vezes, normalmente quando estou com mais fome dos jejuns, eu fico irritado e não falo direito com ninguém. Mas acho que isso é 50% culpa do cortisol quando tu fica com fome. Já até dei uns pataços nuns alunos meus meio que sem motivo, mas estou conseguindo controlar, como eu disse, com ajuda do entendimento filosófico da coisa e desenvolvimento da masculinidade, ou seja, isso não chega a ser um problema mas eu sinto que a probabilidade de eu me irritar está maior, então eu evito ao máximo desentendimentos e discussões desnecessárias. Sem pitizinhos, ataques de pelanca e etc.



As espinhas diminuíram bastante, minha voz mudou muito também. Inclusive eu fui num aniversário e em certa altura eu fiquei sem voz. Não tinha gritado nem nada mas não conseguia falar, a voz não saia. Fiquei uma meia hr assim dai voltou ao normal. Não sei se isso foi algum colateral ou por causa da bebida o que diabos aconteceu, sei que foi inédito comigo. Uma coisa preocupante é que eu ando tendo umas dores de cabeça meio aleatórias, não muito forte, mas fica por horas me incomodando. Nunca fui de ter dor de cabeça. Até agora pelo que andei monitorando não tem um motivo aparente, achei que podia cer a cetose, o café, os treinos, mas não é nada disso. Talvez seja mais um efeito colateral, se continuar eu vou fazer algum exame para ver se está tudo certo, essa semana ainda não tive. Taquicardia que eu estava tendo um pouco diminuiu muito, praticamente não tenho mais, acho que era afeito da retenção, e como estou eliminando a água do corpo esse colateral não chega mais a ser um problema. As vezes de noite eu sinto que o coração está mais acelerado, mas nada de preocupante.

Eu preciso a falar novamente disso, pq a coisa está chegando a um nível quase que incontrolável. Acredito que isso se deva ao longo período que venho usando T ininterruptamente, mais esse plano alimentar super virilizante. Minha libido está tipo, estratosférica, eu tenho ereções o dia inteiro, não posso ver uma mulher que eu já penso em sexo de tudo quanto é jeito. Absolutamente toda hr eu penso nisso. As vezes eu acordo de madrugada com o pau que é um vergalhaõ e ele fica assim a noite inteira. Esse final de semana eu fiz AEJ, voltei pra casa transei 4x seguidas, fui treinar de tarde feito um louco psicótico (se fodam ai idiotas que seguram a ejaculação por meses pq acham que perdem a T HAHA) tive uma ereção por causa de uma guria que estava lá (detalhe que eu vejo ela todos os dias na academia, já estava bem acostumado com o produto, antes ela nem me chamava muito atenção, apesar que ela é uma baita cachorrona mesmo HAHA) voltei pra casa e fodi até a noite, fomos numa festa numa chácara e metemos no meio do mato, (deem emoções para as suas namoradas paspalhos) quando voltamos pra casa e ainda acordei de pau duro na manhã seguinte, e foi o dia todo metendo. Quando minha namorada foi embora, tive que assistir uns pornos antes de dormir ainda, pq não tinha matado a vontade. Esse foi só um exemplo de como tá a coisa, eu até pesquisei pra ver se eu não estou desenvolvendo hipersexualidade. Estou tendo uns gostos meio sádicos, uma doidera total, e todos os dias isso. Eu particularmente acho ótimo, nunca me senti tão viril, só que tá meio foda para se concentrar nas coisas importantes do dia a dia, o bom que a tremb e a real nos dá um foco fodido, então ainda está relativamente tranquilo.


Holy shit! Para fechar com chave de ouro as "imagens ilustrativas para aumento de T do leitor. HAHA

Por agora é isso paspalhos, fiquem de olho nas próximas postagens dessa série.